O INCRÍVEL “SMARTPHONE” DE 2100 ANOS ENCONTRADO NA ATLÂNTIDA RUSSA

Estranho artefato foi descoberto junto a um esqueleto de mulher durante escavações na SibériaPor History Channel Brasil em 25 de Agosto de 2021 às 16:10

O incrível "smartphone" de 2100 anos encontrado na Atlântida russa-0

Escavações arqueológicas resultaram em uma grande surpresa para pesquisadores na Sibéria. Junto ao esqueleto de uma mulher, eles encontraram um estranho objeto cujo formato é parecido com o de um moderno smartphone. Acredita-se que o artefato tenha cerca de 2100 anos.

“Smartphone” milenar

A descoberta aconteceu há alguns anos, em uma região conhecida como “Atlântida Russa” (pois fica submersa durante boa parte do ano após a construção de uma represa). O objeto retangular preto, que estava próximo da pelve do esqueleto, mede cerca de 18 cm de comprimento e 9 cm de largura. Os arqueólogos apelidaram o artefato de “iPhone de Natasha”, em referência ao nome que deram à mulher. O “smartphone” chamou atenção depois que o pesquisador Pavel Leus postou uma foto dele nas redes sociais.

O incrível

Apesar de realmente se parecer com um smartphone, o artefato milenar não tem nada de eletrônico. Trata-se, na verdade, de uma fivela de cinto. De acordo com os pesquisadores, o objeto é feito de azeviche (uma pedra preciosa) e apresenta incrustações de pequenas contas de madrepérola, cornalina e turquesa.

O túmulo onde foi encontrado o “smartphone” fica no território siberiano de Tuva, perto da fronteira com a Mongólia. Lá, os arqueólogos identificaram dois cemitérios que datam do período Xiongnu, que durou do século III a.C. até o final do século I d.C. Artefatos similares foram descobertos em outras localidades da região, o que sugere que esse tipo de ornamento era comum entre o povo Xiongnu.

Fontes: Lad Bible e Live Science

Imagens: Pavel Leus/Academia Russa de Ciências/Reprodução

Você pode gostar...

Deixe um comentário