Hiperbóreos: uma antiga raça extraterrestre que viveu neste planeta

Hiperbóreos: uma antiga raça extraterrestre que viveu neste planeta

09/06/2024 0 Por jk.alien

A palavra Hiperbóreos vem do grego antigo e significa “além do Vento Norte ou Pólo Norte“.

Neste fabuloso reino de eterna primavera, o sol brilhava 24 horas por dia, mas era praticamente impossível chegar lá porque esta região era protegida por enormes paredes de gelo transparentes .

Nem poderia ser acessado por meios de transporte convencionais, uma vez que este enigmático “paraíso” era guardado por poderosas raças de semideuses chamados Hiperbóreos .

Esta civilização foi descrita em muitas culturas como seres muito altos, de olhos azuis, loiros e pele muito branca, possuindo uma sociedade muito bem desenvolvida e organizada.

Um de seus muitos talentos são as artes, assim como a ciência. Seus habitantes vivem em estado de luz e amor permanente, aliás, é uma raça que sempre viveu livre da guerra.

Aqui o conceito de trabalho costumava ser incomparável. Sua genética não conhece velhice ou doença. Eles são seres altamente psíquicos.

Outra parte da história grega liga os hiperbóreos à fundação de vários santuários religiosos importantes na Grécia antiga, e também é dito nos seus escritos que o planeta está ligado por túneis por todo o interior do nosso planeta.

Diferentes culturas de todo o mundo concordam em seus escritos antigos que toda a humanidade tem sua origem nos Hiperbóreos.

Esta raça milenar tem a mesma origem da Atlante e da Lemúria , de origem extraterrestre. Diz-se que ainda hoje uma parte desta civilização permanece escondida dentro do planeta.

Os cientistas confirmaram que existem aberturas nos pólos e que podem servir como entradas para um mundo oculto e, dada esta teoria, a antiga lenda grega faria sentido.

Alguns pesquisadores afirmam que os hiperbóreos conviveram por um tempo com outras raças como os atlantes e os lemurianos, sendo sua relação mais intensa com os atlantes e eles trocaram parte de sua ciência e astronomia.

Hiperbóreos e sua existência

Em primeiro lugar, é preciso lembrar que esta região, assim como os dois continentes “perdidos”, não deixaram de existir, embora estivessem submersos até o fundo dos oceanos

E já se especula sobre a possibilidade de que em algum momento da história da humanidade estes continentes possam ressurgir à superfície.

Por outro lado, nem todos os hiperbóreos desapareceram na grande catástrofe, uma parte da sua sociedade estava a salvo da destruição iminente da sua civilização.

Isso aconteceu antes que os dois continentes -Lemúria e Atlântida- e a região Hiperbórea fossem engolidos pelas águas por uma mudança na posição do eixo da Terra.

Por um tempo prepararam sua emigração para o interior do planeta, um desses lugares é o Monte Shasta na Califórnia.

E outra parte desses descendentes, com o passar do tempo, no decorrer da nossa história da humanidade veio à tona e se adaptou a diferentes partes do mundo migrando para terras mais ao sul.

E misturando-se com outras etnias e habitantes de diversas regiões do planeta, como a Islândia e a Europa, bem como terras do Himalaia, ou do continente americano, contribuindo com conhecimentos em matemática, astronomia, etc.

Uma antiga citação tibetana

“A Ilha Branca (Hiperbórea) é o único lugar que escapou do destino geral de todos os continentes após a catástrofe. Não pode ser destruída pela água ou pelo fogo, pois é a Terra Eterna.”

Agora isso é interessante

Na mitologia grega, Hiperbórea era a terra localizada no extremo norte do mundo conhecido e era tão remota que era considerada até mesmo além do Vento Norte. Lá, uma raça lendária conhecida como Hiperbóreos vivia e adorava o deus sol Apolo.

COLABORE: Fazendo um PIX de qualquer valor você ajuda a manter o site Universo Alien fazendo pesquisas investigativas, análises, preparando e trazendo mais artigos interessantes. Use o QR-Code do PIX abaixo ou a chave PIX: [email protected]
Faça um gesto de doação, seja diferenciado!
PIX

colabore