Restos mortais de um gigante antigo descoberto recentemente no Irã

Os arqueólogos vêm tentando provar a existência de gigantes há muito tempo, mas sem sucesso, pois parece que, quanto mais encontramos, mais desculpas o governo dá.

Veja, por exemplo, esta descoberta que foi feita na província iraniana de Lorestan. Foi aqui que os especialistas encontraram uma tumba gigante cheia de artefatos e um sarcófago estranhamente grande.

Todos os artefatos pareciam remontar ao Império Aquemênida, que reinou supremo por volta de 550 aC até 330 aC, quando Alexandre, o Grande, decidiu visitá-lo e destruir tudo em questão de meses.

Mas, de longe, a mais interessante de todas as descobertas feitas aqui neste dia foi o conteúdo do sarcófago. Dentro dele, os especialistas encontraram os restos mortais de um gigante de 2 metros.

The Giant data de 224-651 DC e logo de cara você pode dizer que este não é um homem comum, pois naquela época ninguém era mais alto do que 1,60 m.

Com base em seu enorme tamanho, os especialistas o apelidaram de “O Gigante” e logo depois eles conseguiram detectar que seus restos mortais datavam do Império Sassânida.

Este gigante era mais alto do que qualquer outra pessoa naquele período de tempo e, embora o Império Sassânida não fosse tão bom em aceitar pessoas “diferentes”, eles estavam definitivamente léguas acima do Califado Islâmico, que os alcançou logo após nenhuma dúvida derrotar nosso Gigante no processo.

Fonte

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: