“Pedras do Céu”: Prova de que Alienígenas visitaram a África Ocidental?

“Pedras do Céu”: Prova de que Alienígenas visitaram a África Ocidental?

02/03/2022 0 Por Jonas Estefanski

Em 1990, um geólogo chamado Angelo Pitoni obteve estranhas pedras azuis de um chefe Fula em Serra Leoa, na África Ocidental. A tribo tinha um ditado que dizia que diamantes são estrelas que caíram do céu. Pitoni brincou dizendo que se as estrelas caíram, então o céu também deve ter caído, e o povo respondeu com um sim.

"Pedras do Céu": Prova de que Alienígenas visitaram a África Ocidental?
Uma amostra de uma “Pedra do Céu”.

Depois disso, o xamã local o levou a um lugar onde havia alguns pedaços de pedras azuis não identificadas. Quando cavou mais fundo, Pitoni encontrou mais de 200 kg de pedras que não estava em uma formação natural, mas sim em forma de pirâmide. A tribo afirmou que as pedras vieram dos visitantes do outro mundo. Eles alegaram que as pedras caíram do céu.

Pitoni voltou para a Europa lefando as pedras e as enviou para testes.

Os testes relataram que as pedras não correspondiam a nenhum mineral conhecido. Os pesquisadores não conseguiram explicar a cor azul das pedras. Quando um pedaço de pedra era reduzido a partículas finas e vista ao microscópio, nenhuma cor azul podia ser vista. Nem o calor extremo podia alterar as pedras nem o ácido podia dissolvê-las.

Os resultados posteriores mostraram que 77,17% das pedras era oxigênio, o restante era carbono, cálcio e ainda, uma parte dela era um composto desconhecido. A idade das pedras do céu é estimada em 55.000 anos.

Pitoni certamente foi visto em fotografias junto com as pedras azuis do céu, mas obter provas concretas de sua vida é quase impossível. Histórias online sugeriam que ele estava de alguma forma envolvido com a CIA, um agente secreto, um explorador das selvas amazônicas e descobridor de uma cidade maia. O artista e designer americano, Collins, foi visto segurando uma maleta composta por amostras das pedras do céu em “Os Deuses Estelares de Sirius”.

Angelo Pitoni.

Finalmente, o mistério das pedras do céu parecia chegar ao fim quando instituições de prestígio estão realizando testes sobre elas. Collins tentou obter uma amostra das pedras desde que as viu pela primeira vez em Hong Kong, em 2013. Um negociante de gemas que tinha a posse das pedras lhe contou uma história estranha de que as pedras vieram do céu e ele as testou no GRS Swisslabs pelo Dr. Preeti.

Depois de meses de espera, os resultados disseram que os pesquisadores não conseguiram determinar sua composição e acabaram declarando-a não identificável.

Collins tentou obter as amostras, mas o revendedor recusou. Ele tentou a sorte no museu de Erich Von Daniken, o Mystery Park, em Interlaken, na Suíça, onde uma amostra das pedras estava em exibição. O museu também não concordou em vender as amostras.

Como último recurso, Collins voltou a conversar com o mesmo revendedor em Hong Kong. Para sua surpresa, ele concordou desta vez e disse a Collins que a carta do teste também estava disponível se ele quisesse.

Junto com as pedras, ele narrou a história de como as pedras chegaram a Hong Kong. O negociante de pedras preciosas recebeu as pedras de um italiano chamado Vijay, que ele havia encontrado por duas vezes, uma vez na Índia e depois durante um seminário na Itália.

No seminário, Vijay mostrou-lhe uma amostra de uma Pedra do Céu que havia obtido de seu amigo, o mesmo Angelo Pitoni. Em correspondência a Collins, o negociante de gemas disse a ele que Vijay acreditava que a pedra veio da estrela Sirius B.

Collins levou a amostra de Pedra do Céu para a divisão de Ciências da Terra e Espaciais da Universidade de Washington para teste em 6 de março de 2019. Para garantir que a pesquisa fosse imparcial, ele nunca disse à universidade o que exatamente eles estavam examinando. Os pesquisadores foram informados de que estão pesquisando pedras que caíram do céu e foram encontradas sob a Terra.

Após anos de pesquisa, ele descobriu que as pedras não eram nada parecidas com qualquer coisa na Terra. Parece que as “Pedras do Céu de Pitoni” são realmente algo inusitado.

Não há provas de que extraterrestres trouxeram as pedras para a Terra, mas ainda é uma evidência forte e convincente para pensarmos a respeito.