Pedaços de planeta alienígena podem estar escondidos no interior da Terra

Por: HISTORY Brasil

Uma das teorias sobre a origem da Lua diz que ela é resultante do impacto de um astro com a Terra. O choque com esse hipotético protoplaneta (planeta em desenvolvimento), chamado Theia, teria acontecido há 4,5 bilhões de anos. Agora, cientistas dizem que pedaços dele podem estar incrustados no interior terrestre.

De acordo com a teoria, os dois planetas teriam se fundido na colisão, provocando o desprendimento de um grande pedaço planetário, formando a Lua. De acordo com a nova pesquisa, outros grandes fragmentos de Theia podem ter ficado alojados dentro da Terra. O estudo é liderado por Qian Yuan, pesquisador de geodinâmica da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos. 

Pedaços de outro planeta enterrados na Terra

Segundo a pesquisa, a presença dos restos do protoplaneta pode explicar por que duas bolhas de rocha quente do tamanho de um continente existem no manto da Terra, uma abaixo da África e a outra sob o oceano Pacífico. Essas bolhas maciças seriam cerca de 100 vezes mais altas do que o Monte Everest, caso fossem transportadas até a superfície da Terra.

Sismólogos estudam essas duas camadas de rocha há décadas. Pesquisas comprovam que as ondas sísmicas de terremotos diminuem abruptamente quando passam por essas camadas, o que sugere que elas são mais densas e quimicamente diferentes do material situado em sua volta. A pesquisa de Yuan sugere que essas bolhas seriam parte do denso manto de Theia, que teria se fundido com o manto terrestre. Novos estudos ainda serão necessários para comprovar essa hipótese.

Você pode gostar...

Deixe um comentário