“OVNIs estão aqui desde sempre e vivem sob os oceanos”, diz especialista

“OVNIs estão aqui desde sempre e vivem sob os oceanos”, diz especialista

28/07/2022 0 Por Jonas Estefanski

Um especialista em OVNIs afirmou que os alienígenas “sempre estiveram aqui” e que vivem sob os oceanos, o que os protegeu de todos os males do planeta por milhares de anos.

Alienígenas vivem sob  os oceanos da Terra para proteção e sempre estiveram aqui, afirmou um especialista em OVNIs.

Anna Whitty , autora de  UFO’s: A Fundamental Truth , acredita que os alienígenas são humanos mais avançados do que aqueles de nós que vivem na superfície.

Anna  baseou suas alegações  no testemunho dado  pelo  Dr. Shirley Wright , ex-colega de  Albert Einstein , que afirmou ter entrevistado os pilotos da nave que caiu em  Roswell ,  Novo México ,  em 1947.

Primeira página do  Roswell Daily Record , datado de  8 de julho de 1947 , anunciando a captura de um disco voador, no  condado de Roswell ,  Novo México ,  Estados Unidos . A evidência mais notável na história dos OVNIs.

Há um documentário  que estreou na quinta-feira (7 de julho)  sobre o incidente  chamado [ Roswell 75: The Final Evidence]  no qual foi  alegado que “alienígenas”  perguntaram  “até que ponto no oceano” os humanos exploraram.  

Ana  disse :

“Acho que eles sempre estiveram aqui. É muito provável que os “alienígenas” venham de algum lugar do fundo do mar ou de cavernas.”

Tudo isso faz sentido, porque há muitas evidências no planeta sobre cataclismos maciços a cada poucos milhares de anos, existem até várias teorias que afirmam a existência de mundos intraterrestres dentro do Planeta.

“Os humanos na superfície voltam à Idade da Pedra a cada milhares de anos, e as pessoas que montam os OVNIs estão em algum lugar protegido no subsolo, então talvez seu desenvolvimento em tecnologia e inteligência continue em uma trajetória ascendente enquanto estamos reiniciando de vez em quando.”

“Também é possível que eles não sejam seres humanos, pois: eles têm a capacidade de fazer você ver algo que não faz parte da realidade.”

Por outro lado, há 143 casos de objetos voadores estranhos, testemunhados exclusivamente por pilotos da Marinha ou detectados por radares de caça dos EUA.


Um deles foi o descrito pelo comandante  David Fravor  que, numa tarde de novembro de 2004, sobrevoava o Oceano Pacífico a mais de 100 quilômetros da costa oeste dos Estados Unidos.Fravor  avistou, como ele mesmo disse ao  The New York Times , o que parecia ser um estranho navio de 12 metros de comprimento, ovóide e de cor esbranquiçada flutuando no mar a uma altura de cerca de 15 metros.O piloto começou a se aproximar dela. E o objeto pareceu notar e se manobrou, como se quisesse conhecer o caça americano. ” Mas, no meio do caminho, ele acelerou como nunca antes e desapareceu de uma maneira muito estranha”, explicou o piloto.O estudo de nove páginas inclui 18 casos especiais como o descrito por Fravor, em que os objetos voadores analisados ​​executam manobras sem propulsão aparente ou são capazes de acelerar com habilidade técnica desconhecida pelos engenheiros americanos.De qualquer forma, por falta de dados, o Pentágono aponta apenas para a causa específica: um balão de ar quente. Não é estranho que eles sempre tentem relacionar o inexplicável com algo comum? Um balão de ar quente viajando a velocidades mais do que hipersônicas ? Certamente não. Mas ei, deixe que todos tirem suas próprias conclusões.