O mistério das pirâmides “que lançam raios de luz” no espaço (Vídeo)

O mistério das pirâmides “que lançam raios de luz” no espaço (Vídeo)

08/03/2022 0 Por Jonas Estefanski

Um dos fenômenos mais estranhos que foram capturados em diferentes partes do mundo é como algumas pirâmides parecem enviar um raio de luz para o espaço.

O mistério das pirâmides que lançam "raios de luz" no espaço

Por décadas, muitas fotos de pirâmides com uma espécie de feixe de luz saindo de seu topo para o espaço apareceram em toda a web.

Esse fenômeno foi tão surpreendente que alguns especialistas entraram em uma fase de reativação dessas estruturas cerimoniais.

Pirâmides enviando raios de luz para o espaço

Templo de Kukulcán , no México, as Pirâmides de Xianyang na China ou as pirâmides de Norte de Chico, nos Andes, são alguns dos monumentos que foram vistos com essa estranha característica.

As últimas descobertas mostraram que as pirâmides são, na verdade, transmissoras de informações . A Grande Pirâmide de Gizé , por exemplo, poderia ser uma espécie de antiga usina, capaz de gerar eletricidade. E não é o único.

Em 2007, o inventor e cientista Harry Oldfield estudou a Pirâmide da Lua na Bósnia, descobrindo que ela mudou sua morfologia.

Outros estudos também revelaram que teve forte atividade eletromagnética em seu pico, que terminou entre 2009 e 2010, após liberar um forte feixe de fótons que era visível a olho nu, mas nunca foi fotografado.

Pirâmides fotografadas lançando colunas de luz mostram que o feixe parece vir de dentro . Isso levou a diferentes interpretações.

Nos últimos anos eles teriam uma atividade estranha, cujas manifestações foram registradas. Por exemplo, as fotografias tiradas por Héctor Siliezar e Glenda Hernández da Pirâmide de Kukulkan, em 24 de julho de 2009.

Embora existam muitos céticos que disseram que são edições, especialistas em imagens digitais garantiram que eram autênticas.

Não é um fenômeno natural?

O mistério das pirâmides que lançam "raios de luz" no espaço

Jonathan Hill, pesquisador do Marshall Space Center da NASA , disse que é devido à “saturação” da câmera quando um raio atinge . Porém, ao comparar as fotografias das pirâmides emitindo o feixe de luz, com as imagens com a luz saturada por algum feixe, a diferença é enorme.

Whitley Strieber , um pesquisador independente, declarou que a luz fotografada na pirâmide de Chichen Itza é um “fenômeno interestelar”. Mas ninguém viu e, embora as câmeras possam ter provocado , também não há explicação para isso.

O pesquisador de OVNIs, Jaime Maussan , também explicou que no caso de ser causado por um raio, a linha de luz cruzaria toda a imagem e não pararia no topo. Para ele, a pirâmide tem resquícios funcionais de uma antiga civilização tecnológica.

Um artigo publicado pela Universidade Autônoma do México garante que a Pirâmide do Sol de Teotihuacán possui altos níveis de energia estática. Ele garante que a pirâmide gere entre 0,5 a 1,5 teraelectronvolts.

Essa energia gera um raio luminoso igual ao que foi fotografado em outras pirâmides. Portanto, não é um caso isolado , como mencionou o astrofísico Anton Ermolenko.

“A comunidade científica mundial deveria prestar mais atenção ao que está acontecendo nas pirâmides e tentar entender por que estão acontecendo hoje.”

“Não devemos ignorar esses fatos” que estão acontecendo nas pirâmides, acrescenta o cientista. Que eles acordem depois de dormir por mil anos é, por si só, um fenômeno único.

Por que as pirâmides estão expelindo esses raios agora? Até agora, não há resposta. No entanto, a possibilidade de ser uma tecnologia antiga ainda é latente entre os especialistas…