O menino que viveu em Marte e  explicou como era a Civilização daquele Planeta

O menino que viveu em Marte e explicou como era a Civilização daquele Planeta

20/08/2021 0 Por Jonas Estefanski

Seu nome é  Boris , e os cientistas o descreveram como altamente inteligente e com capacidades de memória superiores às de uma pessoa normal.

O menino se autodenomina uma criança índigo , e disse a especialistas que fazia parte de uma geração que fugiu de Marte e que vive escondida por toda a Terra, escondendo sua identidade.

É importante destacar que esta história era conhecida no início do novo milênio, mas hoje,  Boris Kipriyanovich é desconhecido, já que a imprensa não conseguiu localizá-lo, nem sua mãe.

Na verdade, em uma entrevista que eles fizeram e que está gravada em vídeo, o menino que vivia em Marte garante que a civilização marciana desapareceu por causa de uma guerra nuclear, embora tenha sido muito contundente em garantir que ainda houvesse habitantes sob a superfície.

De acordo com os dados que compartilhou, o menino que vivia em Marte Boris Kipriyanovich nasceu em 1996  e sua mãe diz que aos dois anos já sabia ler e aos 3 já falava com amplo conhecimento sobre o Universo e os planetas nele.

Boris afirma ter reencarnado na Terra, após ter servido como piloto em Marte. Além disso, o menino que vivia em Marte afirma ter visitado nosso planeta em missões comerciais, com populações de um suposto continente agora desaparecido, chamado Lemúria.

Embora as informações acima sejam surpreendentes, é interessante citar a crença que os pais tinham do filho,  pois sempre souberam que ele era especial e nunca imaginaram o que aconteceria quando ele fizesse 7 anos.

Bem, nessa idade, ele revelou informações sobre sua origem, com muitos detalhes. Ele descreveu a eles como era a civilização marciana, suas cidades, os navios que pilotava e os voos que fazia para outros planetas.

Muitos quiseram falar com o menino que vivia em Marte, porém, foi impossível localizá-lo, mas suas declarações foram documentadas, onde ele garante que alguns dos segredos da humanidade estão no Egito, o que explicaria sua história e a do planeta Marte.