O lendário “Livro de Enoque” e as antigas jornadas no espaço-tempo

Caso você ainda não saiba, o Livro de Enoque é uma obra literária extremamente controversa que foi descoberta nos primeiros séculos. Foi usado principalmente por cristãos na época, mas por causa de suas histórias bastante peculiares, foi considerado blasfemo e totalmente proibido de ser usado. As histórias dentro são contadas a partir de uma perspectiva de primeira pessoa, enquanto seguem a jornada de Enoque para o céu no topo de uma carruagem de fogo.

O simbolismo aqui é de longe um dos mais interessantes que já encontramos em um texto religioso, pois parece referir-se diretamente aos deuses como antigos alienígenas.

Esses “seres brilhantes” se encontram com Enoque e lhe contam sobre a gênese do homem e muitos outros segredos do universo. Esses seres são “criaturas de outro mundo que vivem dentro de um palácio flutuante e voam pelo espaço para outros mundos como bem entendem”. Essa é uma alegoria alienígena, se é que já ouvimos uma.

A história parece se alinhar muito bem com os antigos contos sumérios, pois fala de como Deus enviou seus emissários “os observadores do céu” ao nosso planeta na antiguidade, mas eles acabaram cruzando genes com mulheres na Terra e assim foram para a criação dos gigantes na Terra.

O resto do livro é história, mas como você já pode dizer, é tão estranho e blasfemo quanto parece de uma perspectiva cristã. É por isso que o Livro de Enoque é considerado um livro amaldiçoado, visto que frequentemente fala sobre as órbitas lunares e solares e o movimento dos planetas e cometas em toda a nossa galáxia.

Original Source: https://alien-blog.net/the-legendary-book-of-enoch-and-the-ancient-space-time-journeys-6498/

Você pode gostar...

Deixe um comentário