“O dia em que os alienígenas visitaram Jerusalém” (Vídeo)

“O dia em que os alienígenas visitaram Jerusalém” (Vídeo)

22/02/2022 1 Por Jonas Estefanski

Foi há uma década, mas o assunto ainda paira. Vários vídeos de um suposto OVNI suspenso sobre a Esplanada das Mesquitas de Jerusalém causaram furor na Internet, com milhões de visualizações e um debate acalorado sobre a chegada de alienígenas na cidade sagrada.

As imagens mostraram como uma bola de luz branca desceu lentamente sobre a Esplanada (terceiro lugar mais sagrado do Islã), pairou por cerca de dez segundos sobre a Domo da Rocha dourada e ascendeu novamente ao espaço em alta velocidade.

“Entregamos as duas fitas a um laboratório e não queremos nos pronunciar sobre a veracidade do material até que tenhamos os resultados “, disse David Ranan, porta-voz da Associação Israelense para Pesquisa de OVNIs e Alienígenas (AURA).

Ranan sublinhou que “as imagens foram tiradas de vários pontos da cidade por várias pessoas que não conhecemos e que não têm qualquer relação entre si”.

A suposta visita do OVNI ocorreu em 28 de janeiro de 20211, por volta de uma da manhã.

Os vídeos foram postados pouco depois no portal da Internet ‘YouTube’, onde alimentaram uma controvérsia atormentada por acusações de falsidade e alegações diretas de que é uma nova prova de que existe vida inteligente no exterior.

Alguns estudiosos de fenômenos paranormais chegaram a garantir que ocorreu um “contato”, no qual seres desconhecidos teriam enviado um “raio de comunicação” com uma mensagem criptografada aos terráqueos.

“Recebemos muitas ligações. Tem gerado muito nervosismo, alguns estão com medo, outros estão felizes. Três pessoas nos confirmaram que também avistaram o OVNI, embora não o tenham registrado.

O primeiro vídeo, com pouco mais de dois minutos, foi filmado do calçadão Armon Hanatziv (no sul de Jerusalém) por Elyigal Gedaliyovich, um fotógrafo israelense de 42 anos que caminhava com seu amigo para tirar algumas fotos de um projeto em que está funcionando, quando de repente ele viu as bolas de luz e correu para ligar a câmera, disse ele ao jornal Yediot Aharonot.

Sua voz falando com surpresa ao amigo sobre o que estava vendo também foi captada: “O que é essa luz? É proibido voar para lá, talvez seja um helicóptero militar? , diz um, ao que o outro responde “parece uma bola de luz, mas o que é? Está descendo, está vendo?”

Gedaliyovich, que afirma ter testemunhado outras visitas de naves alienígenas no passado que ele não conseguiu capturar, diz que esta “é claro que existem OVNIs, a única coisa é que aqui em Israel ninguém presta atenção neles”.

Outro vídeo foi feito por turistas americanos com um celular mais perto da Esplanada das Mesquitas, que também são ouvidos reagindo com surpresa ao que identificaram imediatamente como um navio com seres de outro mundo.

O porta-voz da AURA considera que “se as imagens não forem reais, a verdade é que a falsificação é perfeita e, se forem verdadeiras, então é um acontecimento muito importante pelo local exacto onde aconteceu, embora ainda não saibamos o que isso pode significar”.

Esses documentos gráficos foram seguidos por outros, vários dos quais tentam demonstrar a manipulação de imagens, destacando, por exemplo, a intensidade exagerada de brilho ou a falta de reflexos.

Outras gravações, divulgadas posteriormente para tentar corroborar a suposta visita extraplanetária, foram rotuladas como “claramente falsas” por muitos usuários da Internet.

Ranan afirma que há quatorze anos houve “uma grande onda de avistamentos e desembarques de OVNIs em Israel, a maioria na cidade de Kadima (perto de Netanya) e no deserto de Negev”, mas que sua associação verificou que “a atividade caiu muito desde então.”

E ele arrisca que o motivo pode ser que “se os alienígenas têm intenções pacíficas, eles podem não querer vir para cá”, uma região atolada em conflito.