O chamado ‘Elixir da Imortalidade’ foi encontrado em uma antiga tumba chinesa de 2.000 anos

Em outubro de 2018, a Agência de Notícias Xinhua informou que escavações arqueológicas estavam ocorrendo na província de Henan, no centro da China, na cidade de Luoyang e que naquela área de 210 metros quadrados eles encontraram um antigo cemitério que costumava pertencer aos Han Ocidentais Dinastia que durou de 206 aC a 25 dC.

Dentro desta tumba, eles descobriram muitos artefatos ao lado de dezenas de restos humanos e potes de barro.

Muitas joias e outras pedras preciosas foram encontradas incrustadas em artefatos aleatórios dentro dela, incluindo uma lâmpada em forma de ganso muito estranha.

O achado mais importante encontrado foi definitivamente um jarro selado que contém 3,5 litros de líquido amarelo.

Os arqueólogos acreditavam que fosse algum tipo de vinho. Após uma inspeção mais detalhada e muitos testes posteriores, eles descobriram que o líquido é na verdade uma mistura de nitrato de potássio e nitrato de alumínio que, se você tiver lido os textos taoístas, é a mistura que traz o elixir da imortalidade.

Shi Jia Zen, chefe do Instituto de Relíquias Culturais e Arqueologia de Luoyang, declarou que esta é uma descoberta muito importante para eles e para toda a civilização chinesa.

Ainda não experimentaram beber, também não aconselho ninguém a fazê-lo, ainda estão em fase de testes mas segundo eles pode ter um efeito nunca antes ouvido no corpo humano.

Fonte

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: