Nibiru: O segundo Sol vai chegar em 16 de fevereiro de 2022?

Roundway Hill cc, UK 15.08.2021

A atividade solar vai aumentar nos próximos dias!

Mais um magnífico crop circle previsto antecipadamente… o dia dos crops circles, domingo, nos brinda com um novo objeto, totalmente solar, e com uma geometria de composição que não se limitou apenas a rebaixar o trigo no usual padrão claro e escuro: essa geometria também realizou desenhos e formas “subliminares” dentro do trigo rebaixado (claro), o que eleva grandemente a sua complexidade ao mesmo tempo que inviabiliza muito a teoria de “obra humana”.

Este Sol complexo tem camadas internas que o tornam um objeto peculiar.

A Borda foi construída com 16 pares de triângulos retângulos que podem ser extraídos de 16 retângulos originais cortados pela metade: 32 triângulos sugerindo novamente um vórtice, um movimento energético de rotação, tal como o outro crop circle solar de Herepath, 2 de julho, que eu interpretei como atividade solar em breve, e para espanto dos cientistas, ela realmente veio rápida, no dia seguinte (3 de julho) em uma carga de energia que desde 2017 não se via.

Crop circles anteriores com referências a 16/02/2022

O dia 16 de fevereiro de 2022 foi colocado de forma sutil nesta imagem, na borda, porque ela comporta 16 pares de triângulos (ou seja, 16/02). Algo que já veio em mensagens anteriores, sendo esta a terceira delas.
Talvez a época em que o objeto misterioso se aproxime a tal ponto que possa ser visto no céu por todos?
Perguntas que teremos respondidas em breve.

Uma coisa é certa: parece que a aceleração dos eventos planetários tem uma causa em marcha, mas as rotulagens da mídia globalista falando somente em Aquecimento global ou as teorias conspiratórias pensando só em HAARP (como se Haarp pudesse causar abalos no Sol) tentam colocar cortinas de fumaça sobre a realidade dos fatos… mas ninguém poderá mais ocultá-lo quando ele se revelar nos céus de todo o mundo.

Estou pelo menos diante de duas interpretações básicas, ambas sugerindo novas e ainda mais intensas atividades solares por causa dessa cosmologia do segundo Sol em aproximação:

1) o crop circle representa o Sol com suas camadas internas
2) o crop circle representa o Sistema solar com seus niveis orbitais (planetários)

Ambas as definições parecem apontar para uma elevação sem precedentes da atividade energética solar, com impactos diretos sobre o clima e demais fenômenos terrestres, como terremotos e atividade vulcânica, tal como já vem ocorrendo.

Vão falar agora que a onda sísmica é provocada por Aquecimento Global também?
Claro que a atividade humana destruindo a natureza interfere no equilíbrio, mas não responde todas as perguntas sobre o atual estado do planeta.

O sol tem 5 camadas básicas, do centro à periferia:

  1. Núcleo
  2. Zona de Radiação
  3. Zona de Convenção
  4. Fotosfera
  5. Cromosfera e Coroa

A fotosfera é a superfície do Sol, enquanto a atmosfera do Sol é composta por: cromosfera e coroa. O interior do Sol, por sua vez, é composto por: camada convectiva, camada radiativa e núcleo.

  1. Coroa e Cromosfera
    Também chamada de Corona, é uma camada extensa, rarefeita e externa à fotosfera. Dela surge o vento solar, que são correntes de partículas carregadas que sopram à velocidade de 1 600 000 km/h. Em decorrência dos ventos solares, o Sol vai perdendo gradualmente a sua massa.

A Cromosfera é a Camada estreita (tem 10 000 km de espessura), rarefeita e externa à fotosfera. É avermelhada e fica visível apenas em eclipses.

  1. Fotosfera
    É a camada que nós enxergamos, porque ela emite a luz solar. Tem 500 km de espessura.

Nessa camada são encontradas manchas escuras, conhecidas como manchas solares, as quais são tempestades magnéticas que surgem a cada 11 anos, justamente em decorrência de alterações no campo magnético do Sol.

A parte central da fotosfera chama-se umbra, e é a mais escura. Ela é circundada pela penumbra, região mais clara.

  1. Zona de convecção
    Também chamada de Camada convectiva, é a camada interna à fotosfera que envolve a zona radiativa. Nela a energia é difundida por convecção, ou seja, pelo movimento de moléculas de gás.
  2. Zona de radiação
    Também chamada de Camada radiativa, é a camada interna à fotosfera onde a energia é difundida através de radiação. A energia do núcleo do Sol pode levar mais de 100 000 anos para atravessar essa camada.
  3. Núcleo
    O núcleo é a camada onde a energia solar é gerada através das reações termonucleares que acontecem a cada segundo. Essa energia demora 1 milhão de anos para chegar à superfície do Sol.

Isso é tudo o que precisamos saber aqui para começar a interpretar neste fantástico crop circle um modelo preciso da estrutura solar interna, o que sugere (os triângulos em código da Coroa) uma série de eventos solares em breve, ainda mais intensos que os já verificados desde julho de 2021.

Interessante notar o código de interpenetração das duas camadas de triângulos externos, em geometrias alternantes, identificando aqui a conexão entre a Fotosfera e a Cromosfera na parte externa do Sol.
Cada detalhe nos fora informado.

O Código Maia

O núcleo solar está cercado por um anel de 20 pontos. Interessante notar que 20 é um número absolutamente SOLAR em diversas culturas antigas. Os maias tinham uma contagem de 20 dias, atribuindo a ela um período ou mês solar (Winal), que entrava na composição do seu calendário sagrado, o Tzolkin de 13 x 20 dias. Aliás, o calendário maia também tem 20 tons ou selos de energia tipificando cada um dos dias ou ciclos aos selos relacionados.

O Selo 20, AHAU, é o que fecha os ciclos.
Se temos um anel interno de 20 pontos, isso traz associação entre este SOL e o tom AHAU, selo 20, dizendo que realmente o Quinto Sol (4-Caban ou 4-Terremoto, linguagem maia) está fechando mais um ciclo longo para a civilização.

Basta olhar o mundo e ter a certeza disso.

Aliás, somando os 32 triângulos da borda com os 20 pontos do anel interno, temos o número 52, um número altamente significativo da Cosmologia maia e dos seus calendários e ciclos de tempo (4 x 13 = 52) todos eles falando em TRANSFORMAÇÃO (13-morte)!

A NASA informou que o Sol recentemente entrou num novo ciclo, e os cientistas da Nasa e da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (Noaa), nos Estados Unidos, confirmaram o início do 25º ciclo solar. Segundo os especialistas, o mínimo solar, momento em que as atividades da estrela diminuem, foi observado em dezembro de 2019, indicando o início da nova etapa.

O ponto mínimo indica a inversão da atividade solar, entrando na fase 25.

Conforme emergimos do mínimo solar e nos aproximamos do máximo do Ciclo 25, é importante lembrar que a atividade solar nunca para”, disse Lika Guhathakurta, cientista da Divisão de Heliofísicaele da Nasa, em declaração à imprensa. “Ela muda de forma como um pêndulo oscila.”
E tivemos aqui crops circles em forma de pêndulo!

E o crop circle de Kitt’s Lane, dia 08.08, nos mostrou os 24 ciclos anteriores de atividade solar nas bordas do anel, com diagonais mostrando exatamente esse pêndulo ou oscilação de um ciclo para outro.

O Sol central de Kitt’s Lane, e a Estrela de seis pontas (que na Cabala representa o Sol e todo macrocosmo) está entrando em atividade. O que a NASA declara ter começado em 2020.

E no mês de julho deste ano, o Sol teve picos de atividade inesperada, o que se repetiu em agosto. O Sol é vital na cosmologia maia da transformação planetária, a partir do fato de que A TRANSFORMAÇÃO DA TERRA opera por energias solares, de ordem eletromagnética e gravitacional, as quais, caindo no núcleo, incitam todo o processo terrestre aplicado no clima, nos terremotos, vulcões e até impulsos da mente coletiva.

É muito mais complexo do que as simplórias teorias de Aquecimento global, HAARP e outras bobagens.

O Olho de Deus
Na borda, temos 16 pares de triângulos em posições igualmente alternantes (como os 24 quadrados seccionados de Kitt’s Lane crop circle, dia 8 de agosto.

O Arcano 16 do Taro, a Torre Fulminada, era chamada A Casa de Deus.
E na Cabala, a letra 16 significa O OLHO DE DEUS ou O OLHO DO CÉU.
Notem como esse crop circle combina bem a imagem de um Sol e de um OLHO.

O Olho da Luz, o Olho da Energia, O Olho da Vida.
A Coroa solar neste crop circle foi retratada com 16 pares de triângulos, que, como Kitt’s Lane cc, são formados por 16 retângulos cortados ao meio. Sugere uma desconstrução.
Uma descarga de energia intensa para os próximos dias ou semanas.

O nome Roundway Hill, a Montanha da via circular, ou via giratória, algo do tipo, na interpretação literal do nome do campo onde, propositalmente, este objeto apareceu.
O Sol-16 está circulando, a coroa com os triângulos foram dispostos de um modo a sugerir intensa transformação de matéria-energia na dinâmica interna do Sol para breve.

E são 16 pares de triângulos (16-2), o que nos leva pela terceira vez a data 16 de fevereiro de 2022, já sinalizada por outros dois crops circles.
Algo que indica aumento da atividade solar por uma causa subjacente:
o Segundo Sol.

Os números similares dos outros crops circles

Billingley mostrou o sistema solar na forma de um pêndulo com oscilação irregular, e um padrão de configuração astronômica que vai acontecer precisamente no dia 16 de fevereiro de 2022, sob a Lua cheia neste dia.

Por outro lado, Spiers Lane mostrou uma tábua numérica maia, computando 200 dias a partir da sua data (1 de agosto), o que nos leva também para o dia 16 de fevereiro. Visualmente falando, este dia também está lá, nos 16 ornamentos do anel interno, e em 2 triângulos internos prestes a se encontrarem: o sistema solar binário.

Herepat cc tinha um vórtice de seis ondas, como a estrela hexagonal de Kitt’s Lane cc.
E Herepath tinha 16 raios em cada vórtice.
Spiers Lane tinha 16 ornamentos no anel interno, em numeração maia.
E agora, Roundway Hill, o caminho que gira, tem 16 pares de triângulos na borda externa, representando as explosões de energia no Olho de Deus, a Casa de Deus, a Torre fulminada do Arcano 16.

São padrões importantes em repetição aqui, para reforçar as mensagens assinaladas.
Através destes padrões é que podemos avaliar interpretações mais precisas e objetivas, sem o risco da diluição da especulação livre dos leigos, deformando as coisas.

O Segundo Sol

Aqui entra o segundo nível de interpretação, quando o crop circle mostra, além das camadas internas do Sol, as camadas do próprio Sistema Solar!

  1. Sol (centro)
  2. Sistema solar interno (órbitas de Mercúrio, Vênus, Terra e Marte)
  3. Cinturão de asteroides
  4. Sistema solar externo (órbitas de Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Plutão, Sedna etc)
  5. Cinturão de Kuiper
  6. ?

E na extremidade, na faixa 6, a representação do SOL EXTERIOR (a pedra asteca mostra a mesma coisa, o Sol interno Tonatiuh e o Sol exterior se aproximando, na forma de duas serpentes de fogo se cruzando na base da pedra, as Xiuhcoatles 11-11 reproduzidas no pictograma 11-11 de 11 de agosto último).

Agora, o mais interessante!
Compare o novo crop circle um um mesmo OBJETO SOLAR de 09 de agosto de 2020, com três camadas de triângulos geometricamente similares aos do crop circle atual.
Principalmente as duas camadas externas, CRUZE-AS!
Nós obtemos então o padrão de triângulos interceptados na borda do novo crop circle, triângulos em pé e triângulos deitados… como se representando as duas esferas do sistema solar duplo PRESTES A SE CRUZAR…

Dia 16 de fevereiro de 2022, conforme estas análises crop circle, parece uma data marcante, algo que poderá trazer muitas definições ao mundo nesse sentido.
De repente, o dia que o segundo Sol (ou algum astro a ele associado) se tornar visível nos céus de todo o mundo.

Portanto, a borda do crop circle, faixa 6, representa a intersecção das duas estrelas no momento da maior aproximação do centro de gravidade comum…

Não é a toa que este novo crop circle lembra perfeitamente um OLHO…

“… e todo olho o verá!”
Apocalipse 1: 17

Impressionante!

No dia seguinte ao crop circle solar de Roundway Hill, hoje, dia 16 de agosto, a NASA capturou essa imagem do Sol, com um ENORME BURACO CORONAL!
Ele pode produzir enormes tempestades solares nos próximos dias.
São processos de energia da dinâmica interna do Sol retratados no crop circle.
E no caso, um buraco enorme no campo magnético solar se explicando em função de oscilações de energia desde o núcleo do Sol – por isso, o Sol mostrado em camadas!
Até como que mostrando um enorme BURACO no centro da Coroa!

Como escrevi na interpretação completa, os triângulos de padrão alternante no anel externo parecem representar uma desfragmentação de matéria na superfície solar, o que já começou a acontecer hoje, com efeitos posteriores na Terra.

Aconteceu exatamente igual como no crop circle solar de Herepath, em 2 de julho, e no dia seguinte, 3 de julho, uma inesperada e forte atividade solar acontecendo!

E então?
Não falei que crops circles são mensagens alienígenas PREVENDO eventos na Terra e no céu que ciência humana alguma poderia prever?

Observação
Em nenhum momento eu falo em fim do mundo!
Mas me parece claramente que o dia 16 de fevereiro de 2022 mostrará alguma relevância para a Astronomia em termos de sinais no céu.
Mas convenhamos, no ritmo que o mundo está, ele está mesmo ACABANDO.
Embora a maioria finge que não vê …
Por isso, a formação também lembra um Olho, o Olho de Deus no céu…

JP em 16.08.2021

Você pode gostar...

Deixe um comentário