Múmia Gigante de Duas Cabeças Descoberta na Patagônia – Agora está em uma coleção particular

Os gigantes eram reais há provas em todos os lugares que eles estiveram lá fora o tempo todo. Mas, apesar de saber disso e de concordar a maioria dos especialistas, todo mundo que já ouviu falar sobre essa história ainda ficou chocado para dizer o mínimo.
Um gigante de duas cabeças de 11,5 pés de altura chamado Kap Dwa foi descoberto na Patagônia. Se isso não fosse interessante o suficiente sua história é tão chocante quanto isso.

Tudo começou em 1673 quando os marinheiros espanhóis se depararam com este gigante e em suas muitas tentativas de se libertar ele acabou sendo derrubado pela tripulação.
Muitos acreditavam que sua carcaça havia sido perdida mas alguns acreditavam que o cadáver mumificado havia sido guardado o tempo todo e que fora levado para Londres no início do século XIX.

Foi assim que supostamente o corpo do Kap Dwa acabou no porto de Birnbeck em 1914. Ele estava oficialmente lá para exibição até 1959 chegar e um senhor com o nome de Thomas Howard o comprou.
Você pode encontrar os restos mortais do Kap Dwa sozinho na coleção de Gerber, mas o próprio Gerber discorda dessa história. Ele teria descoberto o corpo na praia, já morto e mumificado por moradores do Paraguai, não da Patagônia.

O corpo havia sido levado para a Inglaterra por um homem chamado George Bickle segundo Gerber, para um museu em Blackpool, apenas para, mais tarde, ser levado de volta para Baltimore.

Ninguém sabe oficialmente de onde o corpo veio mas esta é a história do gigante de duas cabeças.

Fonte

Você pode gostar...

Deixe um comentário