Mistérios da Arqueologia Americana: Esqueletos “GIGANTES” que Desapareceram

Um dos maiores mistérios da arqueologia americana está relacionado a 18 esqueletos Gigantes. Segundo testemunhas estes mediam cerca de 3 metros de altura com crânios e extremidades superiores às de qualquer ser humano.


Acredita-se que os esqueletos Gigantes foram escondidos.
Acredita-se que fossem de raças diferentes possuíam 6 dedos e uma dupla fileira de dentes. Seus molares eram irregulares semelhantes aos dentes da parte frontal de sua mandíbula.
As cabeças dos esqueletos eram muito mais longas e foram publicadas na edição de maio de 1912 do New York Times .


A existência de esqueletos Gigantes nos Estados Unidos

Diferentes culturas ao redor do mundo mencionaram os gigantes em suas lendas de uma forma ou de outra. Textos antigos mencionam esses seres como reais. Um Dos Exemplos Mais Claros Disso é Encontrado na Bíblia:


«Havia gigantes na terra naqueles dias; e também depois disso, quando os filhos de Deus vieram às filhas dos homens e geraram filhos para elas, os homens poderosos tornaram-se homens que existiram na antiguidade, homens de renome. Gênesis 6: 4.
Vine Del o ria professor de direito e autor nativo americano declarou o seguinte:
“A arqueologia e a antropologia de hoje quase fecharam a porta para nossa imaginação, interpretando amplamente o passado americano como desprovido de qualquer coisa incomum no caminho das grandes culturas caracterizadas por um povo de comportamento incomum.


O grande intruso de cemitérios antigos o Smithsonian Institution do século 19 criou um portal de mão única através do qual inúmeros ossos foram animados.
Esta porta e o conteúdo de seu cofre são virtualmente selados para qualquer pessoa, exceto funcionários do governo. Entre esses ossos podem ser encontradas respostas nem mesmo buscadas por esses funcionários sobre o passado remoto.

No entanto essas histórias não são derivadas apenas de lendas antigas. Artigos de jornais também foram publicados a esse respeito. Uma delas vem do New York Times 4 de maio de 1912.
O texto menciona que esqueletos de dimensões incríveis foram encontrados perto do Lago Delavan, em Wisconsin.
A descoberta foi feita por um grupo de arqueólogos da University of Beloit College em Wisconsin. Os esqueletos tinham mais de 3 metros de altura.

Grandes esqueletos também foram encontrados em outras partes do Mundo.

Escondendo as descobertas?


O problema é que esse artigo foi o primeiro e o último sobre essa descoberta que deve ter sido ao redor do Mundo. Na verdade nada mais se sabia sobre esse achado.
Alguns arqueólogos da linha tradicional da história chegaram a dizer que eles nunca existiram .


Curiosamente o local onde foram encontrados os esqueletos Gigantes é conhecido pela descoberta de outros esqueletos que apesar de não serem Gigantes não condizem com a altura característica dos nativos da região.
Em 1981 cientistas da Fundação Smithsonian encontraram um esqueleto Gigante em escavações de tumbas piramidais em Madison, Wisconsin. Curiosamente todos eles também desapareceram.


A instituição afirma não saber nada deles ou de qualquer outro esqueleto Gigante. No entanto há evidências na imprensa há quase 100 anos onde descobertas semelhantes são mencionadas em todo o meio-oeste dos Estados Unidos.
Os teóricos acreditam que o governo dos Estados Unidos está escondendo essas informações para proteger certos interesses .Este não é o único país onde essas descobertas foram feitas.
Em outras partes do Mundo os pesquisadores também encontraram restos humanos extremamente Grandes.


Também é necessário esclarecer que várias dessas “descobertas” em todo o Mundo nada mais foram do que boatos. Coisa que fere as verdadeiras descobertas .
Os esqueletos Gigantes que estavam escondidos nos Estados Unidos continuam sendo um assunto polêmico e de fato diferentes personalidades ao redor do Mundo continuam pressionando para que o governo diga a verdade sobre o caso.

Fonte 

Você pode gostar...

Deixe um comentário