Menino foi “ABDUZIDO” por Seres Estranhos na Selva Amazônica

Casos de abdução ou sequestro por Alienígenas foram relatados às dezenas ou centenas ao longo dos anos. Esta é a história de um menino que também foi abduzido por seres estranhos possivelmente Extraterrestres. 
Os alienígenas sequestram não apenas habitantes de países desenvolvidos mas também aqueles que vivem em locais com menos condições econômicas e sem acesso à mídia. Por motivos óbvios esses incidentes são difíceis de relatar ao resto do mundo e geralmente permanecem apenas histórias locais. Uma história que se tornou conhecida nessas áreas é a seguinte: 
Em março de 1978 um pescador anônimo se viu às margens de um rio em uma área remota do estado brasileiro do Maranhão. Não havia outras pessoas ao seu redor apenas “paredes” verdes densas da selva tropical. 
De repente o homem ouviu gritos altos de algum lugar perto dele na vegetação densa. Um homem gritou de dor. O pescador seguiu a voz e poucos minutos depois encontrou um adolescente deitado no chão. O pescador tentou perguntar o que havia acontecido com ele mas o menino parecia não entender. E quando o sangue começou a escorrer de sua boca o pescador percebeu que o menino precisava ser levado com urgência aos médicos. 
Quando o menino foi parar em um consultório médico no assentamento mais próximo foi encontrado com os seguintes ferimentos: Ele estava sem muitos dentes como se tivessem sido arrancados com violência muitos estavam quebrados em várias áreas faltavam cabelos na cabeça e ele tinha manchas que pareciam pequenas queimaduras as mesmas “queimaduras” em suas orelhas. 

A criança raptada.
Mas o pior era que o menino não conseguia entender nada e estava em um estado estranho fora da realidade. Ele não reagiu nem falou. Poucos dias depois quando foi internado no hospital e passou a administrar sedativos aos poucos foi entrando em contato com a realidade. 
Quando se recuperou e começou a falar ele contou uma das histórias de abdução alienígena mais estranhas que já ocorreram no Brasil. 
O nome do menino era Luís Carlos Serra, ele tinha 16 anos e era natural de Penalwa. A área do incidente estava em uma selva densa e longe do mundo civilizado mas para ele era um ambiente familiar. De repente, ele ouviu um som estranho vindo da selva. Era um zumbido alto ele pensou que era um avião mas quando ergueu os olhos viu algo muito brilhante a ponto de doer os olhos. A luz do objeto era tão forte que iluminou toda a selva à sombra do sol.
Então o menino percebeu que não conseguia se mexer e caiu no chão, incapaz até de pedir ajuda. Então ele sentiu a luz brilhante envolvê-lo e começou a erguê-lo cada vez mais alto no ar. Enquanto subia ao alto das árvores ele finalmente viu que a luz vinha de um objeto circular muito grande com janelas nas laterais. O menino foi arrastado até o objeto e deixado no chão da nave então três criaturas com uniformes e capacetes de cor metálica se reuniram em torno dele e falaram com ele em uma linguagem incompreensível. Eles tinham a altura de um menino de 10 anos. 

À esquerda da foto está Louis, mostrando a estatura de seus sequestradores. À direita está o investigador Bob Pratt, que estudou o caso Louis. 
Louis então se viu em um lugar estranho e escuro fora do barco onde havia apenas escuridão e grama por toda parte. 
“Acabei em um lugar onde não há árvores, mas uma grama muito alta. Não sei quanto tempo demorei para chegar lá. Eu voei pela janela da nave para o chão. Eu estava paralisado. Era um lugar estranho. Parecia um campo. A grama era muito alta cerca de um metro de altura. Não vi casas ou edifícios em parte alguma. Ele não podia ver o céu, não havia árvores ou estrelas. Estava muito escuro. Esses seres se aproximaram de mim novamente e colocaram um cachimbo no meu nariz. Em seguida colocaram uma bola transparente na minha boca e um líquido desceu rapidamente pela minha garganta. Adormeci e não sei o que aconteceu a seguir. Acordei na selva familiar de minha área ainda paralisado ”. 
Lá no chão ele ficou três dias inteiros em estado de choque antes que o pescador o encontrasse. 
Sua história ficou conhecida porque o pescador o encontrou e o levou ao hospital da cidade e o jornalista Bob Pratt se interessou por ela. Ele foi especificamente à sua aldeia para entrevistá-lo também questionando a equipe médica incluindo dois psiquiatras já que a condição de Louis não se encaixava em nenhuma versão lógica do incidente conforme descrito pelos médicos. 
Poucos meses depois na mesma região do Brasil os moradores notaram na selva três humanoides com uniformes prateados ou seja semelhantes aos descritos por Luis. Ninguém sabia o que eles estavam fazendo lá mas Bob Pratt disse que eles poderiam ter sequestrado outras pessoas e jogado na selva da mesma forma. Mas ninguém jamais os encontraria e eles poderiam morrer e ser considerados desaparecidos por seus concidadãos. 
Este é um caso pouco conhecido no mundo mas continuou sendo uma história local perturbadora para os habitantes.

Fonte

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: