Médico inglês diz ser dono de Marte por tornar atmosfera do planeta habitável

Britânico defende que alcançou o feito com um laser gigante que atinge o planeta vermelho

O médico britânico Phil Davies, de 55 anos, declarou ser o dono do planeta Marte e até mesmo entrou com um pedido à ONU para reivindicar seu título. De acordo com ele, o direito de posse do planeta vermelho se dá porque ele começou a apontar um poderoso laser através do espaço para liberar dióxido de carbono em Marte, tornando sua atmosfera habitável.

Nosso planeta vizinho fica a 91 milhões de quilômetros de distância da Terra.

Phil diz que ele está criando uma atmosfera no planeta e que, segundo a lei espacial atual, tem o direito de reivindicar ser o legítimo proprietário do território marciano. O médico até declarou ao site Daily Star que está preparando para enfrentar um longo processo no tribunal para conseguir os direitos. No momento ele está tentando levar sua reivindicação à ONU, mas para isso precisa do apoio de uma nação e está tentando que as autoridades britânicas o ajudemo.


(Imagem: Tony Kershaw / SWNS)

Mas o discurso de posse de Marte vai muito além de apenas ser reconhecido por tal título. O médico diz que isso é “sobre derrotar as superpotências mundiais“. “É tudo sobre o Tratado do Espaço Sideral, essa é a única lei que impede armas agressivas em órbita acima da Terra”, disse ao Daily Star. O jornal explica que Phil Davies espera persuadir a ONU para que ela atualize suas leis espaciais para impedir que países “desagradáveis” utilizem armas no espaço em uma tentativa de minerar planetas inexplorados.


(Imagem: Tony Kershaw / SWNS)

Basicamente, o médico britânico está preocupado que o tratado seja ultrapassado e que o setor privado queira aboli-lo para facilitar a mineração e a exploração do espaço. “Meu entendimento era que, para qualquer nação, o desejo de ganância é maior do que o desejo de paz. Se pudéssemos incitar isso e mostrar que seremos difíceis de lidar, que corremos o risco de obter os direitos legais, eles terão que atualizar a lei nessa direção”, explica.

Tratado Espacial
Entrou em vigor em 10 de outubro de 1967 e garante a não existência de armas nucleares no espaço sideral e em nenhuma base militar na Lua. Todos os países podem explorar livremente o cosmos para o benefício de todos. O tratado define o espaço como uma fronteira humana cuja exploração deve ser uma avenida para a cooperação internacional. Confira mais informações sobre o acordo neste link do Share America.

Fonte: Daily Star

Você pode gostar...

Deixe um comentário