Marinha dos EUA divulga vídeos de ‘misteriosos enxames de OVNIs’

Marinha dos EUA divulga vídeos de ‘misteriosos enxames de OVNIs’

20/06/2022 41 Por Jonas Estefanski

A Marinha divulgou vídeos feitos durante uma série de eventos que ocorreram em torno de seus navios navegando na Califórnia em 2019.

Na semana passada, The War Zone relatou uma atualização significativa em sua investigação em andamento sobre uma série bizarra de incidentes de enxames de drones que ocorreram perto de navios da Marinha dos EUA na costa do sul da Califórnia em 2019. .

Uma nova liberação de documentos por meio da Lei de Liberdade de Informação (FOIA) forneceu um maior nível de detalhes sobre o que aconteceu durante os incidentes (mais detalhes AQUI).

Os documentos que recebemos na semana passada faziam referência a arquivos de vídeo incluídos nos relatórios, cinco dos quais foram obtidos hoje da Marinha.

Dois dos vídeos foram tirados do USS Russell (DDG-59), um destróier que tem sido de particular interesse devido aos vídeos vazados do incidente divulgados no ano passado.

A aparência incomum dos objetos nos vídeos levou à especulação generalizada de que eles eram OVNIs em forma de “pirâmide”.

Em uma recente audiência no Congresso sobre fenômenos aéreos não identificados, o vice-diretor de Inteligência Naval Scott Bray explicou que “a aparência triangular é o resultado da luz passando por óculos de visão noturna e depois sendo gravada por uma câmera SLR”.

Investigadores civis independentes foram rápidos em fazer avaliações semelhantes quando os vídeos vazaram em 2021.

Embora o testemunho de Bray e a documentação adicional tenham deixado claro que esses objetos eram drones, exatamente quem os operava é desconhecido.

Os vídeos oferecem uma visão muito limitada e controlada do que aconteceu durante esses incidentes. Como produtos não classificados, não necessariamente contêm todas as informações capturadas pela Marinha.

Certamente, os navios da Marinha envolvidos abrigam alguns dos sensores mais avançados do mundo, incluindo radar, vigilância eletrônica, sonar e tipos eletro-ópticos/infravermelhos, que podem registrar vários tipos de dados de alta fidelidade.

Embora esses vídeos não respondam necessariamente a todas as perguntas que ainda cercam esses incidentes – e talvez mostrem algo explicável em alguma tentativa de extrapolar para um fenômeno menos explicável – eles constituem mais uma peça do quebra-cabeça.