Kap Dwa – Misterioso Gigante Patagônico Mumificado de Duas Cabeças – Real ou Falso?

Ocasionalmente acontece que as pessoas nascem com duas cabeças. Esta condição médica é conhecida como Polycephaly ou simplesmente, multi-headness.O pensamento de que gigantes são reais não deveria ser surpreendente, considerando que pessoas de alturas extremas podem ser encontradas nos tempos modernos. O gigante de Illinois, Robert Pershing Wadlow era o homem mais alto do mundo. Em 27 de junho de 1940 (dezoito dias antes de sua morte), ele foi medido a 8 pés 11,1 pol (2,72 m) pelos médicos CM Charles e Cyril MacBryde da Universidade de Washington em St. Louis.

Restos mumificados de Kap Dwa. Crédito: Fandom

O conhecimento dos gigantes da Patagônia foi trazido à luz pela primeira vez na década de 1520, quando Ferdinand Magellan e sua tripulação viram esses seres enormes enquanto exploravam o litoral da América do Sul a caminho de sua circunavegação.

Antonio Pigafetta, um dos poucos sobreviventes da expedição e cronista da expedição de Magalhães, escreveu em seu relato sobre o encontro com nativos com o dobro da altura de uma pessoa normal:

“Um dia, de repente, vimos um homem nu de estatura gigante na costa do porto, dançando, cantando e jogando poeira na cabeça.

Os gigantes da Patagônia eram de alguma forma aparentados com o povo Didanum ?

O capitão-geral [isto é, Magalhães] enviou um de nossos homens ao gigante para que ele realizasse as mesmas ações em sinal de paz. Feito isso, o homem conduziu o gigante até uma ilhota onde o capitão-general estava esperando. Quando o gigante estava na presença do capitão-general e na nossa presença, ficou muito maravilhado e fez sinais com o dedo levantado para cima, acreditando que tínhamos vindo do céu. Ele era tão alto que chegávamos apenas à cintura, e era bem proporcionado … ”

Quem foi Kap Dwa?

Quando os espanhóis voltaram de suas viagens, eles contaram o que testemunharam, e as pessoas na Europa ficaram fascinadas com os gigantes da Patagônia.

Muitas pessoas que ouvem algo sobre gigantes duvidam que esses seres existam. De alguma forma, eles esquecem que o gigante de Illinois, Robert Pershing Wadlow, era um indivíduo real. Quando há uma discussão sobre um gigante com duas cabeças, a maioria zomba e pensa que deve ser uma história falsa. Esta é uma reação humana natural, e há todos os motivos para se ter cautela ao se deparar com tais relatos controversos.

Diz-se que Kap Dwa era um gigante da Patagônia nascido com duas cabeças. O destino de Kap Dwa está envolto em mistério, mas há algumas informações sobre este gigante pouco conhecido.

Os restos do gigante de duas cabeças devem ser devidamente examinados por cientistas. Crédito: Fandom

Conforme a história continua, Kap Dwa pode ter se originado em algum lugar nas selvas da Argentina, América do Sul. Onde exatamente é desconhecido. Em 1673, Kap Dwa foi encontrado e capturado por marinheiros espanhóis. Ver uma pessoa gigante com duas cabeças aterrorizou os espanhóis. Kap Dwa, que supostamente tinha mais de 3,6 metros, foi amarrado ao mastro principal. Enquanto tentavam escapar, os espanhóis mataram Kap Dwa com uma lança.

Agora, esta única versão da história. Outra versão contada por Robert Gerber, proprietário da The Antique Man Ltd em Baltimore, informa que Kap Dwa já estava morto quando os espanhóis encontraram para ele uma praia com uma lança pesada em seu peito.

O que mais tarde aconteceu com Kap Dwa é um pouco confuso. Aparentemente, seu corpo mumificado foi exibido em vários museus nos Estados Unidos e no Reino Unido por quase 45 anos antes de ser comprado em 1959 por Lord Thomas Howard. Hoje, seus restos mortais fazem parte de uma coleção do Bob’s Side Show no The Antique Man Ltd, de propriedade de Robert Gerber e sua esposa.

Kap Dwa era um verdadeiro gigante da Patagônia?

Se os restos mortais de Kap Dwa são autênticos ou não, ainda é uma questão de debate. Alguns estão convencidos de que seu corpo mumificado é uma falsificação elaborada, mas muitos pensam que ele era um verdadeiro gigante da Patagônia.

Kap Dwa é um gigante real ou uma fraude elaborada? Crédito: Fandom

Há rumores de que dois médicos examinaram os restos mortais de Kap Dwa na década de 1930 e não encontraram indícios de que seu corpo fosse produto de uma farsa. No entanto, com múmias tão controversas, nunca se deve tirar conclusões precipitadas. Os restos mortais de Kap Dwa merecem ser devidamente investigados e seu DNA testado. Só então o mundo saberá a verdade sobre sua identidade, e podemos confirmar se o gigante patagônico mumificado de duas cabeças é uma farsa inventada ou não.

No momento, há simplesmente muito pouca informação confiável que nos permite fazer um julgamento sobre a polêmica história de Kap Dwa.

Fonte : ancientpages

Texto Original :   Ellen Lloyd

Tradução : Fatos Curiosos

Você pode gostar...

Deixe um comentário