#John Lear: “Nós controlamos a tecnologia alienígena e existem colônias em Marte”

#John Lear: “Nós controlamos a tecnologia alienígena e existem colônias em Marte”

04/07/2022 0 Por Jonas Estefanski

John Lear: “Nós controlamos a tecnologia alienígena e existem colônias em Marte”

John Lear, um ex-piloto da CIA, revelou coisas incríveis como que eles foram secretamente à Lua desde 1962, que estiveram em Marte e que a NASA usa tecnologia alienígena.

John Lear (1942-2022) foi um capitão da Força Aérea dos EUA, também piloto da CIA. Ele era filho do inventor do Lear Jet (um tipo de motor), e voou mais de 150 aviões de teste. Ele também obteve 18 recordes mundiais de velocidade.

Como bom piloto, trabalhou para 28 companhias aéreas diferentes. Ele recebeu o maior número de distinções concedidas pela Administração Federal de Aviação: classificação de transporte de aeronaves, instrutor de voo, instrutor de solo, navegador de voo, engenheiro, despachante de aeronaves, mecânico de motor de fuselagem, montador de pára-quedas e operador de torre.

Durante as décadas de 1980 e 1990, ele começou a se manifestar, revelando informações confidenciais. Estes são alguns dos dados que ela forneceu em uma entrevista que deu no programa de rádio Coast to Coast:

Em 1953, uma nave alienígena caiu e eles capturaram o ET (chamado EBE 3 – Joe Road, também confirmado por Dan Burisch) que usou as forças aéreas do governo dos EUA para construir naves espaciais com tecnologia extraterrestre.

Em 1962, eles tinham veículos que não podiam ir mais rápido que a velocidade da luz, como os veículos ET, mas rápidos o suficiente para chegar à lua em uma hora. Eles poderiam fazer viagens regulares a Marte. “Estávamos fazendo viagens regulares a Marte em 1966.”

Mercury, Apollo e o resto das missões não passavam de iscas para distrair a atenção da população do que realmente estávamos fazendo. Eles estavam construindo vários edifícios na Lua.

Em 1966 eles pousaram em Marte e, desde então, já exploraram a maioria dos planetas do nosso Sistema Solar. Eles também descobriram que há vida muito semelhante à nossa em alguns deles.

Década de 1970: Antes da NASA começar a apagar sem deixar vestígios as fotos tiradas pela Apollo 8, 10 e 11 e publicadas em 1971 no livro da NASA SB2-46, você pode ver: uma cidade, uma base espacial, tubos, estradas, vegetação, ar, uma atmosfera, gravidade 66% em relação à Terra, há luz, operações de mineração, um reator nuclear,

Para fazer isso, a colaboração extraterrestre foi necessária, e muitos edifícios na Lua já estavam lá antes do início das operações. Isso tem sido feito nos últimos 40 anos.

O pai de John esteve envolvido em programas de tecnologia antigravidade em meados da década de 1950, tecnologia completamente secreta hoje.

De acordo com uma fonte de John Lear dentro do governo dos EUA, ele “poderia dizer” 3 coisas:

Nós vamos à Lua desde 1962.

-A população de Marte é de cerca de 600 milhões e eles são exatamente como nós.

-Ele havia trabalhado com uma parte do equipamento de mineração que iria para a Lua, ele lhe disse: “John, nós construímos isso no Alabama, era tão grande que quando terminamos o projeto, peguei um avião pequeno e voei sobre este equipamento para ter uma ideia de quão grande era.”

O mais surpreendente é que existem muitos autores de grande peso, militares ou especialistas em espionagem, aeronáutica espacial que confirmam muitas dessas afirmações incríveis, como o Coronel Phil Corso, David Wilcock, Glen Steckling, Henry Deacon ou Gilbert Levin.

Eles não são apenas loucos, são figuras-chave na pesquisa espacial… Por que eles contam todas essas histórias inusitadas que estão sempre escondidas pela “Matrixmedia”?

Vídeo: