Japão se prepara para um eventual ataque extraterrestre (Vídeo)

Japão se prepara para um eventual ataque extraterrestre (Vídeo)

26/07/2022 0 Por Jonas Estefanski

O funcionário disse que não acredita muito em OVNIs, mas que gostaria de saber por que o Pentágono publicou esses vídeos e confirmou que seu país está preparando protocolos no caso de um eventual ataque extraterrestre.

Ele afirmou que, embora não acreditasse nisso, o portfólio traçará planos para qualquer possível encontro com OVNIs e “considerará os procedimentos para responder, registrar e relatar encontros, mas a natureza desconhecida de tais objetos pode confundir os pilotos de OVNIs. ” as Forças de Autodefesa, incluindo as dos caças F-15”.

O funcionário enfatizou que os pilotos das Forças de Autodefesa do Japão ainda não encontraram OVNIs, mas que protocolos estão sendo estabelecidos “para cobrir a possibilidade”.

O governo do país asiático informou que suas aeronaves de combate de sete bases, que vão de Hokkaido a Okinawa, já estão trabalhando para identificar e controlar o avistamento de aeronaves de origem desconhecida.

Segundo a NHK, o ministro disse que não acredita em OVNIs, mas gostaria de saber por que o Pentágono publicou esses vídeos. Após esta declaração, ele mencionou que “embora seus militares não tenham visto nenhuma espaçonave alienígena, o país estará preparado para uma eventual invasão”.

EM 2020, o Pentágono divulgou gravações de três avistamentos de objetos voadores não identificados (OVNIs) por seus pilotos, um coletado em 2004 e dois em 2015.

O primeiro vídeo, de 2004, foi compartilhado por um dos tripulantes que presenciou a cena em 2007; mais tarde foi publicado junto com os outros dois pela To The Stars Academy (TTSA) e The New York Times em dezembro de 2017 e março de 2018.

Já em 2019, a Marinha dos EUA reconheceu que as três gravações eram reais, mas até agora não as havia divulgado oficialmente.

Por fim, na gravação conhecida como Go Fast, também de 2015, vê-se um objeto voador que parece estar na superfície da água e ouvem-se equipas militares a perguntar: “Que diabos é isso?” e “O que é isso, cara?”

O site Black Vault, dedicado à desclassificação de documentos governamentais, foi o primeiro a descobrir que a Marinha dos EUA considerou que os fenômenos avistados eram considerados OVNIs por equipes especializadas.