Ex-piloto e ex-agente da CIA choca o mundo: “nenhum avião atingiu as torres gêmeas. eram hologramas” real ou falso? Descubra:

O polêmico John Lear, filho de Bill Lear (inventor do Learjet – jato executivos de alta performance) deu uma entrevista explosiva em um canal de TV norte americano…John conta que era ‘fisicamente impossível’ que aeronaves Boeing 767 tivessem atingido as Torres gêmeas em no 11 de setembro.

ERAM HOLOGRAMAS“Eram pilotos amadores” disse John.“Nenhum Boeing 767 atingiu as torres gêmeas. Foi tudo foi uma forma fraudulenta alegada pelo governo, mídia e seus comparsas.Os prédios foram implodidos!Um Boeing 767 não pode atingir uma velocidade de 540 mph a 1000 pés acima do nível do mar.Nenhuma parte significativa do Boeing 767 ou do motor poderia ter penetrado as colunas de aço de 14 polegadas e 37 pés do núcleo maciço da torre, sem que parte caísse no chão.

Os restos do acidente deveriam conter partes maciças do Boeing 767, incluindo 3 núcleos do motor pesando aproximadamente 4 mil quilos cada um.Não havia nenhuma evidência de qualquer um destes componentes estruturais dessas aeronaves no WTC.O desaparecimento completo de um Boeing 767 é impossível! “

PORQUE TODOS NÓS VIMOS AVIÕES?John alega que foram usados hologramas e diz que o governo tem a tecnologia capaz para realizar tal façanha.O depoimento do executivo, realizado em 28 de janeiro de 2014, é parte de um processo judicial que está sendo investigado por Morgan Reynolds no Tribunal Distrital dos Estados Unidos, Southern District, NY.Morgan Reynolds, ex-economista-chefe do governo Bush, entrou com um pedido de correção no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Estados Unidos a respeito de sua crença de que nenhum avião atingiu os prédios.O capitão John Lear, de 65 anos de idade, aposentado e ex-piloto da CIA, é membro do site Pilotsfor911truth.org, um grupo de pilotos profissionais que alegam que o governo americano está mentindo sobre o que aconteceu naquele dia fatídico.Apesar de seus argumentos e de fornecer evidências para refutar as reivindicações do governo, ele foi ignorado pela mídia e pelas autoridades do governo.

Confira:

Um ex-piloto da CIA e civis jurou uma declaração, afirmando que não há aviões que voaram contra as Torres Gêmeas, como teria sido fisicamente impossível.
John Lear, filho de Learjet inventor, Bill Lear, deu sua prova pericial que teria sido fisicamente impossível para aeronaves Boeing 767, como Voos AA11 e UA175 ter atingido as torres gêmeas em 9/11, particularmente quando pilotado por pilotos inexperientes:

‘Nenhum Boeing 767 aviões atingiram as torres gêmeas de forma fraudulenta alegada pelo governo, mídia, NIST e seus contratantes’, afirmou no depoimento.

‘Tais falhas não ocorreu porque elas são fisicamente impossível como representado, pelas seguintes razões: no caso da UAL 175 indo para a torre sul, um verdadeiro Boeing 767 teria começado “telescópica” quando o nariz batesse às colunas de aço de 14 polegadas que são 39 polegadas no centro.’A cauda vertical e horizontal teria instantaneamente separado da aeronave, batido as colunas caixa de aço e caído no chão.”Os motores quando impactando as colunas de aço que mantiveram sua forma geral e quer caído ao chão ou foi recuperada nos escombros do edifício colapsado.’No Boeing 767 pode atingir uma velocidade de 540 mph a 1000 pés acima do nível do mar “parasita arraste funciona com velocidade’ e ” cubos de energia parasita com velocidade.

A porção fã do motor não foi projetado para aceitar o volume de ar denso naquela altitude e velocidade. O pedaço de alegada fuselagem externa contendo 3 ou 4 cortes de janela é incoerente com um avião que atingiu colunas caixa de aço de 14 polegadas, colocados em mais de 500 mph. Ele teria amassado. Nenhuma parte significativa do motor de Boeing 767 ou poderia ter penetrado as colunas de aço de 14 polegadas e 37 pés para além do núcleo maciço da torre, sem parte dela cair no chão.
“Os restos do colapso deve ter contido secções maciças do Boeing 767, incluindo 3 núcleos motor pesando aproximadamente 9000 libras cada, que não poderia ter sido escondidos. No entanto, não há nenhuma evidência de qualquer um destes componentes estruturais maciças de ambos os 767 no WTC. Este desaparecimento completo de 767 é impossível.
O depoimento, datado de 28 de  janeiro 2014 é parte de um processo judicial que está sendo perseguido por Morgan Reynolds no Tribunal Distrital dos Estados Unidos, Southern District, Nova Iorque.
Em março de 2007, Reynolds, ex-economista-chefe sob a administração de George W Bush entrou com um pedido de correção com o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia citando sua crença de que jatos comerciais reais (Boeings) não atingiu as torres do WTC EUA.
Embora o movimento 9/11 Truth inicialmente rejeitou a teoria do “não-planos”, como muito estranho, após a análise científica e racional, tornou-se uma explicação amplamente aceita de elementos de prova recolhidos.


Ao contrário de qualquer outra forma de declaração, uma declaração se torna verdade na lei, se não for refutada. Será agora até os críticos da teoria para apresentar suas provas e análise para refutar o ponto de declaração por ponto. Se não o fizerem – ou não pode – em seguida, o governo dos EUA serão obrigados a admitir que a explicação dada pela Comissão 9/11 está errado.
O capitão de 65 anos aposentado companhia aérea e ex-piloto da CIA – que tem mais de 19.000 horas de voo – também chamou a atenção para a inexperiência dos pilotos que supostamente voou os aviões:
“A suposta ” descida em New York em um relativamente simples curso por um piloto novato na improvável ao extremo por causa da dificuldade de controlar a posição, velocidade de descida e velocidade de descida dentro dos parâmetros de ” controlada ” voo controlado.
“É preciso um piloto altamente qualificado para interpretar a” EFIS “(Electronic Flight Instrument Display) de exibição, com a qual nenhum dos pilotos seqüestrador teria sido familiar ou receberam formação sobre, e usar seus controles, incluindo os ailerons, leme, elevadores, spoilers e manetes para efeito, controlar e manter uma descida.
Lear tem, de acordo com a sua declaração juramentada, voou mais de 100 tipos diferentes de aviões durante seus 40 anos de vôo e detém mais certificados de aviador da FAA que qualquer outro aviador certificada FAA. Ele voou missões secretas para a CIA no sudeste da Ásia, Europa Oriental, Oriente Médio e África entre 1967 e 1983, em seguida, passou 17 anos trabalhando para várias companhias aéreas de passageiros e de carga como o capitão, Cheque aviador e instrutor.
Ele é um membro da Pilotfor911truth.org, que tem mostrado consistentemente que era impossível para aviões a jato ter atingido as torres gêmeas na maneira como a Comissão 9/11 tem sugeridas.
http://neonnettle.com/news/211-ex-cia-pilot-gives-sworn-testimony-that-no-planes-hit-the-twin-towers#.UxR5ulCOMJM.facebook
http://the-tap.blogspot.co.uk/2010/11/planes-hitting-twin-towers-were.html 
Olhe atentamente para este ‘gráfico’. você já viu um avião com o caroço saindo de um lado de sua fuselagem nunca antes ou depois? Aí está sua primeira pista. Há uma abundância de outros. Clique no link acima ‘aviões atingindo as torres gêmeas …’

A Tap Blog é um coletivo de pesquisadores e escritores like-minded que já uniram forças para distribuir informação e de voz opiniões evitados pelos meios de comunicação do mundo.ABAIXO TEXTO ORIGINAL:A former CIA and civilian pilot has sworn an affidavit, stating that no planes flew into the Twin Towers as it would have been physically impossible.John Lear, the son of Learjet inventor, Bill Lear, has given his expert evidence that it would have been physically impossible for Boeing 767s, like Flights AA11 and UA175 to have hit the Twin Towers on 9/11, particularly when flown by inexperienced pilots:‘No Boeing 767 airliners hit the Twin Towers as fraudulently alleged by the government, media, NIST and its contractors’, he stated in the affidavit.‘Such crashes did not occur because they are physically impossible as depicted, for the following reasons: in the case of UAL 175 going into the south tower, a real Boeing 767 would have begun ‘telescoping’ when the nose hit the 14 inch steel columns which are 39 inches on center.‘The vertical and horizontal tail would have instantaneously separated from the aircraft, hit the steel box columns and fallen to the ground.‘The engines when impacting the steel columns would havemaintained their general shape and either fallen to the ground or been recovered in the debris of the collapsed building.‘No Boeing 767 could attain a speed of 540 mph at 1000 feet above sea level ‘parasite drag doubles with velocity’ and ‘parasite power’ cubes with velocity.The fan portion of the engine is not designed to accept the volume of dense air at that altitude and speed.The piece of alleged external fuselage containing 3 or 4 window cutouts is inconsistent with an airplane that hit 14 inch steel box columns, placed at over 500 mph. It would have crumpled.No significant part of the Boeing 767 or engine could have penetrated the 14 inch steel columns and 37 feet beyond the massive core of the tower without part of it falling to the ground.‘The debris of the collapse should have contained massive sections of the Boeing 767, including 3 engine cores weighing approximately 9000 pounds apiece which could not have been hidden. Yet there is no evidence of any of these massive structural components from either 767 at the WTC. Such complete disappearance of 767s is impossible.The affidavit, dated 28th January 2014 is part of a law suit being pursued byMorgan Reynolds in the United States District Court, Southern District, New York.In March 2007, Reynolds, a former chief economist under the George W Bush administration filed a Request For Correction with the US National Institute of Science and Technology citing his belief that real commercial jets (Boeings) did not hit the WTC towers.Although the 9/11 Truth movement initially rejected the ‘no-planes’ theory as too outlandish, after scientific and rational analysis, it has become a widely accepted explanation of the evidence collected.Unlike any other form of statement, an affidavit becomes truth in law, if it is not rebutted. It will now be up to critics of the theory to present their evidence and analysis to rebut the statement point by point. If they do not – or cannot – then the US government will be obliged to admit that the account given by the 9/11 Commission is wrong.The 65 year old retired airline captain and former CIA pilot – who has over 19,000 hours of flight time — also drew attention to the inexperience of the pilots who allegedly flew the planes:‘The alleged ‘controlled’ descent into New York on a relatively straight course by a novice pilot in unlikely in the extreme because of the difficulty of controlling heading, descent rate and descent speed within the parameters of ‘controlled’ flight.‘It takes a highly skilled pilot to interpret the “EFIS” (Electronic Flight Instrument Display) display, with which none of the hijacker pilots would have been familiar or received training on, and use his controls, including the ailerons, rudder, elevators, spoilers and throttles to effect, control and maintain a descent.Lear has, according to his sworn statement, flown over 100 different types of planes during his 40 years of flying and holds more FAA airman certificates than any other FAA certificated airman. He flew secret missions for the CIA in Southeast Asia, Eastern Europe, the Middle East and Africa between 1967 and 1983 then spent 17 years working for several passenger and cargo airlines as Captain, Check Airman and Instructor.He is a member of Pilotfor911truth.org, which has consistently shown that it was impossible for jet airliners to have hit the Twin Towers in the way the 9/11 Commission has suggested.http://neonnettle.com/news/211-ex-cia-pilot-gives-sworn-testimony-that-no-planes-hit-the-twin-towers#.UxR5ulCOMJM.facebookhttp://the-tap.blogspot.co.uk/2010/11/planes-hitting-twin-towers-were.html Look carefully at this ‘graphic’. have you ever seen a plane with the lump sticking out of one side of its fuselage ever before or since? There’s your first clue. There are plenty of others. Click link above ‘planes hitting twin towers…’.

Fonte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: