Espelho de Kozyrev: a máquina para “viajar no tempo” (Vídeo)

Espelho de Kozyrev: a máquina para “viajar no tempo” (Vídeo)

06/07/2022 0 Por Jonas Estefanski

Nikolai Kozyrev foi admirado e insultado por várias de suas ideias. Entre as descobertas mais controversas estão suas pesquisas sobre o que chamou de TEMPO.

O famoso cientista russo Nikolai Kozyrev realizou um experimento para provar que era possível passar do futuro para o passado.

Ele baseou seus pontos de vista em hipóteses sobre a disseminação de informações instantâneas através de características físicas do tempo.

Nikolai Kozyrev realizou um experimento para provar que era possível viajar do futuro para o passado. Ele até supôs que “o tempo poderia fazer trabalho e produzir energia”.

Kozyrev revelou uma teoria que chocou não apenas toda a URSS, mas também o mundo inteiro, “a viagem no tempo é possível através de um espelho”.

Um espelho, como o conhecemos, não é realmente um objeto que simplesmente reflete o ambiente, mas sim desvia a luz.

Ou seja, se apontarmos um laser para um espelho, o espelho de bronze ou cobre pode desviá-lo em outra direção. Esta função é na verdade chamada de curvar o feixe de laser e, como resultado, ele vai em outra direção.

Nikolai inventou um espelho capaz de dobrar quase tudo. Ondas de microondas, lasers, raios ultravioleta, praticamente tudo, incluindo partículas do espaço.

..Um artefato nunca criado pela humanidade e conhecido em todo o mundo como «O Espelho de Kozyrev».

Mas Nikolai Kozyrev descobriu outra coisa: dependendo da mistura de substâncias e metais no espelho, era possível determinar o que iria dobrar. E de acordo com as leis da física, “pode ​​ser feito um espelho que pode dobrar absolutamente qualquer coisa, inclusive o tempo”.

Nikolai Kozyrev estava trabalhando no desenvolvimento de um espelho que pudesse dobrar o tempo no nível microscópico, através do qual ele afirmava ser capaz de ver o futuro 10 segundos antes de todos os outros.

O experimento era um segredo de estado da URSS

O cientista russo disse que, se uma pessoa entrasse em uma cápsula cujo interior fosse completamente coberto por esse tipo de espelho, o tempo do indivíduo começaria a passar mais rápido.

Infelizmente Nikolai Kozyrev morreu em 27 de fevereiro de 1983 por razões inexplicáveis, pouco antes da conclusão do experimento.

E por mais que seus seguidores tentassem seguir esse projeto, nunca conseguiram avançá-lo. Eles também tentaram fazer isso em laboratórios dos EUA, mas todos os experimentos falharam até hoje.

Alguns acreditam que Nikolai Kozyrev foi morto porque tinha um talento especial como Nikola Tesla , ou talvez fossem as próprias leis da natureza, de modo que o homem não pode avançar mais do que lhe é permitido.