Escaravelho “Khepere” um instrumento da Antigravidade usado para construir a Pirâmide de Gizé?

As pirâmides são um dos maiores enigmas da humanidade ainda hoje se discute sua verdadeira função. A ciência está cada vez mais surpreendida por elas e por suas novas descobertas. Na verdade eu havia publicado recentemente um artigo sobre uma estranha descoberta feita na Grande Pirâmide de Gizé e na grande Pirâmide do Sol na Bósnia. Pesquisadores alemães e russos descobriram que a pirâmide de Gizé no Egito centraliza ou melhor transporta energia eletromagnética para as câmaras internas e se concentra no fundo subterrâneo.

Outra descoberta foi que as pirâmides do planalto de Gizé funcionam como um escudo para os raios cósmicos. A Pirâmide do Sol na Bósnia tem 220 metros de altura mais alta que a pirâmide de Quéops descobriu-se que ela emite ondas de torção semelhantes às usadas por Nicola Tesla. Apenas uma coincidência? Não exatamente!!
Agora alguns pesquisadores estudam a imagem do escaravelho egípcio chamado Khepere que se tornou um símbolo imortal da mitologia egípcia um dos ícones preferidos de quem ama ou tenta imitar a arte desse povo antigo: o hieróglifo que representa o humilde escaravelho de estrume. significava Khepri o Deus do amanhecer outra versão de RA o deus do Sol. Os antigos egípcios acreditavam que o escaravelho macho guardava sua semente nas bolas de esterco que então rolava assim como Khepri movia o sol no céu: por isso, nas lendas egípcias o inseto tornou-se um emblema da gênese do renascimento e da força vital.

Símbolo da vida que se regenera o escaravelho costumava ser representado junto com os símbolos do sol (veja a foto acima) com asas e pernas de falcão, além do disco solar.
Escaravelho e Antigravidade
Agora o especialista Dan A. Davidson explica a base das descobertas de Viktor Grebennikov e como alguns insetos realmente voam (na fase de levitação) e se apresentam como um vórtice giratório (vórtice) que cria um campo magnético que neutraliza a gravidade. Uma descoberta muito interessante. Um efeito eletrostático também pode ocorrer no nível nano.

O Vortex é um sistema mais simples e direto para modificar o equilíbrio das direções dos chamados “raios” de gravidade daí o movimento. O átomo está em equilíbrio quando está estacionário no espaço se receber um movimento a força incidente determina uma maior “pressão” em direção ao espaço de contenção do próprio átomo ao longo dessa direção e consequentemente uma “depressão” em direção ao lado oposto . Esta variação de “pressão” altera o escoamento da “depressão” da gravidade dos “raios” da gravidade concentrando-os no ponto de equilíbrio no meio da estrutura do átomo.

Então o átomo passa a apresentar maior gravidade ao redor da posição central. Se a matéria que foi posta em movimento realiza um movimento circular em torno de um eixo perpendicular ao plano tangente à Terra há um aumento da gravidade para cima e para baixo (bem como radialmente). Mas há também um aumento da repulsão da terra valor que aumenta com velocidade crescente até que cancela a força de atração da gravidade terrestre e além obtendo um movimento ascendente.

A matéria submetida a este movimento circular também determina outros efeitos por exemplo desenvolve campos magnéticos que se devidamente coletados podem ser transformados em energia. Essa é a antigravidade criada pelo sistema de “vórtice”. Não é ficção científica, mas é REALIDADE !!!

                       O Escaravelho também é representado em um Crop circle que apareceu em um                     campo de trigo em Alton Priors, Wiltshire, Reino Unido – 21 de agosto de 2005
Agora com essa descoberta é dito que talvez os antigos egípcios usassem essa técnica para construir as pirâmides. Uma teoria nova e interessante que poderia resolver todo o enigma da construção desses misteriosos e enormes edifícios que são ferramentas preciosas para desviar os Raios Cósmicos mas não só. Parece que esses monumentos seriam verdadeiros impulsionadores de energia conectados com o Sol e explorariam uma tecnologia semelhante à criada por Nikola Tesla nos campos de torção. Um fato muito curioso as asas de besouros foram usadas no experimento insetos que até os egípcios adoravam.por Massimo Fratini (autor de “The Stargate of the Universe”)

[

Fonte

Você pode gostar...

Deixe um comentário