Detectando um Enorme “ECOSSISTEMA VIVO” Abaixo da Superfície da Terra

Uma colaboração de décadas entre cientistas revelou que existem trilhões e bilhões de microrganismos vivos – um enorme ecossistema que existe muitos quilômetros abaixo da superfície da Terra.Apresentando-se na reunião anual da American Geophysical Union em 10 de dezembro, os cientistas calcularam pela primeira vez o tamanho deste “tesouro misterioso”  e era maior do que esperavam.
Eles relatam que cerca de 70% de todas as bactérias do planeta vivem no subsolo. No total essas bactérias representam entre 15 e 23 bilhões de toneladas de carbono centenas de vezes maior do que a massa de carbono de todos os humanos na face da Terra.
A equipe afirma que, à primeira vista, eles acreditam que a diversidade genética da vida abaixo da superfície pode igualar, ou até mesmo exceder a vida acima.
Para chegar aos resultados, a equipe montou dezenas de estudos analisando amostras trazidas de perfurações de 2,5 a 5 quilômetros na crosta terrestre tanto no fundo do mar como em continentes do interior. Para sua surpresa eles descobriram que a biosfera subterrânea profunda tem quase o dobro do volume de todos os oceanos. 

“Dez anos atrás, amostramos apenas alguns locais lugares onde esperaríamos encontrar vida”, declarou em um comunicado a autora do estudo Karen Lloyd, professora de microbiologia da Universidade do Tennessee. Agora, graças à amostragem ultra-profunda, sabemos que podemos encontrá-los em todos os lugares, embora a amostragem, obviamente, cubra apenas uma pequena fração do alcance da biosfera profunda. “
Suportando calor intenso, pressão esmagadora, sem luz e quase nenhum nutriente, este não é o lugar onde você esperaria encontrar um banco diversificado de vida microbiana. No entanto, os pesquisadores acreditam que esse ecossistema pode responder a muitas perguntas sobre os limites da vida na Terra  e além.
“Nossos estudos de bactérias na biosfera profunda revelaram novos insights e também ajudaram a perceber que há muito subestimamos a vida abaixo da superfície da Terra”, disse Rick Colwell, ecologista microbiano da Oregon State University.

Rick Colwell
“Por exemplo os cientistas ainda não sabem todas as maneiras pelas quais a vida abaixo da superfície afeta a vida na superfície e vice-versa. Mas, agora temos que nos maravilhar com a natureza dos metabólitos que permitem a existência de vida sob as condições extremamente pobres e proibidas para a vida nas regiões profundas. “Fonte 

Você pode gostar...

Deixe um comentário