Cubo misterioso é encontrado na Lua por rover chinês

Cubo misterioso é encontrado na Lua por rover chinês

07/12/2021 0 Por Jonas Estefanski

Enquanto trabalhavam na cratera Von Kármán, os pilotos do rover chinês Yutu aproveitaram para tirar fotos do horizonte lunar. Eram as primeiras fotos que o rover tirava sob o céu escuro. Os motoristas ampliavam as fotos, uma a uma, quando, de repente, um cubo misterioso no horizonte saltou à vista, chamando a atenção de todos.

Seria uma “cabana” alienígena misteriosa? Ou restos de uma espaçonave de missões terrestres anteriores? Os pilotos correram para consultar os cientistas sobre a descoberta, e foram tranquilizados. O objeto pode ser apenas uma pedra, e parece estar localizado a 80 metros do robô motorizado. Ainda assim, pesquisadores querem ir até lá dar uma olhada melhor.

O objeto distante, no horizonte, com formato cúbico foi batizado de O objeto distante, no horizonte, com formato cúbico foi batizado de “cabana misteriosa” e descoberto pelo rover Yutu (Fonte: Our Space/Reprodução)Fonte:  Our Space 

A descoberta foi anunciada no blog Our Space, canal de divulgação afiliado ao órgão de Administração Espacial Nacional da China (CNSA, do inglês), responsável pelo programa espacial chinês.

O blog batizou o objeto de “cabana misteriosa”. O formato curioso dessa rocha que chamou a atenção de pesquisadores pode ter sido causado por impactos na superfície da Lua, como a queda de meteoritos.

Nos próximos dois ou três dias lunares — equivalentes a dois ou três meses terrestres — o rover chinês irá se aproximar do objeto. Viajar na superfície lunar evitando diferentes crateras pode demorar, mesmo em distâncias curtas, mas podemos esperar atualizações da descoberta.

Ah. We have an update from Yutu-2 on the lunar far side, including an image of a cubic shape on the northern horizon ~80m away from the rover in Von Kármán crater. Referred to as “????” (“mystery house”), the next 2-3 lunar days will be spent getting closer to check it out. pic.twitter.com/LWPZoWN05I— Andrew Jones (@AJ_FI) December 3, 2021

O rover Yutu aterrissou no lado mais distante do nosso satélite natural em 3 de janeiro de 2019, levado pela missão espacial Chang’e-4. Desde então ele tem explorado a cratera Von Kármán e já percorreu 186 quilômetros. A descoberta foi feita no 36º dia lunar de exploração.

Leia também: NASA adia novo desembarque de astronautas na Lua para 2025

A missão Chang’e-4 é a quarta missão lunar chinesa, e a segunda transportando um rover. Recentemente o país oriental também lançou a missão Chang’e-5, com o objetivo de trazes amostras da Lua.