Asteroide recém descoberto pode atingir a Terra em 2023

Asteroide recém descoberto pode atingir a Terra em 2023

08/02/2022 0 Por Jonas Estefanski

Um asteroide descoberto há poucos dias graças ao Observatório Astronômico Mount Lemmon, no Arizona, nos Estados Unidos, tornou-se um dos maiores riscos de colisão com o planeta entre todos os objetos próximos conhecidos.

Asteroide recém-descoberto pode atingir a Terra em julho de 2023

Chamado 2022 AE1 , é um asteróide com cerca de 70 metros de diâmetro . Um tamanho semelhante ao que, segundo especialistas, causou o evento de Tunguska .

O objeto foi descoberto em 6 de janeiro de 2022 , quando estava a 0,09 Unidades Astronômicas de distância. O equivalente a cerca de 13 milhões de quilômetros da Terra.

Asteroide pode atingir a Terra

Em 9 de janeiro deste ano, com um arco de observação de 3 dias inteiros, o Centro de Estudos de Asteroides Próximos à Terra , ou CNEOS, da NASA, apresentou um relatório sobre um objeto espacial potencialmente perigoso.

O centro avaliou com uma escala de Turim de 1 para um provável impacto em 3 de julho de 2023, às 16:28 UTC .

Ressalta-se que 1 ponto é o limite da norma, sendo 4 uma pontuação mais preocupante e 10 ou mais um impacto iminente.

A velocidade de movimento deste enorme asteróide é de 19,83 quilômetros por segundo . A magnitude visual e o brilho que gera são de 22V , o que o coloca no limite da possibilidade de observação por grandes telescópios .

Segundo os especialistas, essa informação nos diz que não deve haver nenhum tipo de alta ameaça . Na verdade, as chances são estimadas entre 1 em 1.700.

Asteroide recém-descoberto pode atingir a Terra em julho de 2023

Embora isso não signifique que os astrônomos estejam acompanhando de perto sua trajetória até a data do impacto, calculando para detectar qualquer anomalia.

Perigo de um impacto devastador

E se falamos de probabilidades para realmente nos preocuparmos durante nossa vida, o asteroide é 153814 WNS , com 700 metros de diâmetro, considerado um destruidor de cidades.

De acordo com cálculos feitos por pesquisadores, este asteroide estará a menos de uma distância lunar da Terra em 26 de junho de 2028 .

Com uma velocidade de 250 mil quilômetros por hora. De fato, será possível vê-lo mesmo com simples binóculos.

Mais uma vez, nossa própria existência pode ser ameaçada por um impacto devastador de asteróide. Embora os especialistas estimem que as possibilidades sejam mínimas, o perigo latente existe com a imprevisibilidade do universo…