Antigos textos sagrados da Índia contam como os deuses se confrontaram usando navios voadores

Avesta é uma coleção de textos sagrados da Pérsia Antiga. O Avesta que se conservou até aos nossos dias é um conjunto de tratados litúrgicos que datam dos séculos III a VII.

De acordo com esses textos, os sistemas estelares são governados por diferentes exércitos que, em um passado remoto, se confrontaram. Além deste relato, não há outra descrição em relação à aparência física dos navios.

Outros textos sânscritos, como o Mahabharata ou o Ramayana, apresentam descrições detalhadas sobre navios voadores empregados pelos antigos deuses da Índia.

Em um fragmento do Mahabarata em que descreve a batalha entre Arjuna, um príncipe que estabeleceu contato com deuses, e os asuras (demônios), podemos ler como Arjuna ascendeu ao céu para obter armas de criaturas divinas e celestiais.

No mesmo momento, Indra, senhor do céu, exigiu que Arjuna destruísse todo o exército dos asuras. Para conseguir isso, Indra deu a Arjuna seu próprio navio voador, pilotado pelo servo Matali. Esse navio foi capaz de viajar sob a água.

Os Asuras foram derrotados e após a batalha, Arjuna desceu para as cidades subaquáticas dos demônios. Ele ficou fascinado com a beleza e o luxo das cidades submarinas. Arjuna perguntou a Matali sobre essas cidades, e ele disse que elas foram criadas pelos deuses para seu uso pessoal.

Esses textos antigos são muito interessantes e recomendo a todos que os leiam.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: