Antigo reator nuclear de 2 bilhões de anos foi descoberto recentemente na África do Sul

Antigo reator nuclear de 2 bilhões de anos foi descoberto recentemente na África do Sul

10/07/2022 0 Por Jonas Estefanski

Sem que ele soubesse, um trabalhador na França em uma usina de processamento de combustível nuclear encontrou uma anomalia em sua rotina de análise de urânio. Ele se deparou com uma fonte mineral anormal que parecia diferente de alguma forma e, após mais pesquisas, descobriu o fato de que sua composição era completamente diferente do resto que ele já descobriu. Ele estava estudando o urânio e encontrou três isótopos de interesse: urânio 238, 234 e 235.

Todas essas amostras chegaram até ele do depósito de Oklo no Gabão e, embora o urânio 235 fosse apenas 0,717%, foi o suficiente para ele entender que não está lidando com circunstâncias normais.

Outras pesquisas revelaram que a mina na descoberta de urânio continha 200 quilos do material, o suficiente para fazer 6 bombas nucleares.

Especialistas afirmam que a área em que foi encontrado era na verdade um reator nuclear que estava ativo há pelo menos 1.800 milhões de anos. Ninguém sabe se este é um reator nuclear natural ou não, embora os especialistas concordem que foi artificialmente alterado por alguém ou algo para usar barras de grafite e cádmio para que não exploda em primeiro lugar.

Vídeo: