Antigas ruínas megalíticas com cortes a laser foram encontradas debaixo d’água no Japão

Antigas ruínas megalíticas com cortes a laser foram encontradas debaixo d’água no Japão

09/02/2022 0 Por Jonas Estefanski

As 6.800 ilhas que compõem o arquipélago de Nippon contêm alguns dos maiores mistérios dos nossos dias modernos. Os habitantes locais acreditam que é aqui que o Sol se origina e, apesar do fato de não podermos provar ou refutar isso, há um mistério ainda maior que descobrimos há muito tempo. Os habitantes locais adoram este arquipélago desde sempre, mas em 1853 o Comodoro Naval dos EUA Mathew Perry decidiu finalmente inspecionar tudo de uma vez por todas e ver se há alguma verdade por trás do que eles afirmam ser verdade.

Como o governo japonês não se envolve em suas licitações religiosas, eles se destacaram, pois os EUA investigaram adequadamente toda a área. Embora o governo japonês ofereça proteção no sentido de que, se os EUA demolissem qualquer coisa, eles se envolveriam instantaneamente, eles não interromperiam pesquisas em andamento como esta.

 Enquanto o faziam, depararam-se com o famoso monumento Yonaguni que até hoje apresenta um mistério sem solução. Você pode discernir claramente cortes incrivelmente precisos a laser no monumento. Estes foram claramente feitos com algum tipo de mecanismo antigo. Foi descoberto em 1987 por Kihachiro Aratake. Tem 400 metros (1312 pés) de largura e 150 metros (492 pés) de comprimento.

O segundo monumento a ser descoberto foi descoberto 11 quilômetros a sudeste do Castelo de Himeji, muito próximo da cidade de Takasago. Originalmente conhecido como Ishi-no-Hoden, mais tarde foi apelidado de Santuário de Pedra. Mais uma vez, os cortes misteriosos são predominantes por toda parte.