A verdadeira história de terror que inspirou o filme ‘The Ring’ (Vídeo)

A verdadeira história de terror que inspirou o filme ‘The Ring’ (Vídeo)

15/04/2022 0 Por Jonas Estefanski

Não há dúvida de que um dos filmes de terror mais populares da primeira década do século 21 é “The Ring”, lançado em 2002

A fita que tem Samara como protagonista, uma menina que morreu trancada em um poço e aparece em um vídeo, saindo da televisão para matar quem a vê, gerou medo em todo o mundo.

No entanto, ao contrário do que se possa pensar, este filme não é uma ficção completa, pois é baseado em uma história muito popular na terra do sol nascente.

Antes de mais nada, deve-se esclarecer que o filme “The Ring” é um remake do filme japonês “Ringu”, que por sua vez é baseado em um romance do escritor Koji Suzuki.

A história é baseada em Samara, uma garota sobrenaturalmente talentosa que foi jogada em um poço e retorna dos mortos através de um vídeo amaldiçoado.

“Se alguém vir a fita, em sete dias Samara sairá do poço para se transportar para o mundo físico e matá-lo.”

Esse argumento é baseado em uma lenda que teria acontecido dentro do castelo de Himeji, que também é Patrimônio Mundial da UNESCO.

Segundo reportagem do jornal La Vanguardia, no prédio, construído entre 1333 e 1346, morava Okiku, servo da samurai Tessa Aoyama.

Diz a lenda que este estava loucamente apaixonado por Okiku e que lhe disse que deixaria sua esposa se ela fugisse com ele, mas que ela não queria.

Diante disso, Aoyama escondeu uma das dez placas de ouro que a mulher tinha a obrigação de cuidar com a intenção de chantageá-la para ir com ele ou então a acusaria de roubo, o que significaria tortura e morte.

Mais tarde, Okiky morreu ao cair em um poço, embora a lenda não especifique se o samurai a matou e a jogou ou ela pulou quando se viu sem outra opção.

Reza a história que Okiku, já morto, saiu do poço e apareceu ao samurai para atormentá-lo, que enlouqueceu ao vê-la, também contou as placas de ouro e ficou violento com ele quando viu que faltava uma.

Algo muito parecido com o que Samara faz no filme que teve duas versões que continuam a história, em 2005 e 2017. O curioso da história é que o poço existe, embora seja fechado com barras de metal.