A primeira múmia grávida do Egito foi descoberta recentemente por arqueólogos

Pela primeira vez, uma múmia grávida foi descoberta no Egito. Quando os arqueólogos escanearam os restos mortais da mulher, eles descobriram que ela estava grávida de seis meses quando morreu há cerca de 2.000 anos, tornando-a a primeira múmia grávida confirmada do mundo.

De acordo com raios-X e tomografias computadorizadas realizadas como parte do Projeto Múmia de Varsóvia, a mulher tinha entre 20 e 30 anos quando morreu e estava entre 26 e 28 semanas de gravidez, com base no exame do cérebro do feto. Os pesquisadores observaram como seus restos mortais estavam bem preservados.

Com base na forma como ela foi mumificada – firmemente embrulhada em tecidos bonitos com amuletos enterrados com ela – ela pode ter sido um membro de uma família de elite na antiga cidade de Tebas, mas sua identidade ainda não foi confirmada. A causa da morte da mulher ainda não está clara.

Inicialmente, pensou-se que a múmia era um padre do sexo masculino, o que foi inesperado. O sacerdote do sexo masculino foi citado na inscrição no caixão quando ele chegou a Varsóvia, Polônia, em 1826, e os especialistas não tinham razão para duvidar até recentemente.

Em uma entrevista à Associated Press, a antropóloga e arqueóloga Marzena Ozarek-Szilke resumiu a decepção da equipe ao saber que era uma mulher. O autor explica: “Nossa primeira surpresa foi que ele não tinha pênis e agora tinha seios e cabelos longos, e então percebemos que era uma mulher grávida”. “Quando vimos o pezinho e depois a mãozinha (do feto), ficamos surpresos.” As descobertas dos pesquisadores foram apresentadas no Journal of Archaeological Science.

Embora tenha havido descobertas anteriores de ossos esqueléticos de mulheres grávidas, nenhuma delas teve seus tecidos moles preservados como este. Algumas fotos da mãe grávida podem ser vistas a seguir.

Arqueólogos descobriram 110 tumbas egípcias antigas em um local chamado Koum el-Khulgan no delta do Nilo, de acordo com outras fontes. Setenta e três tumbas, todas de formato oval e com pessoas enterradas de cócoras com as cabeças voltadas para o oeste, foram datadas entre 5.500 e 5.000 anos. Em uma das tumbas ovais, o esqueleto de um bebê foi descoberto dentro de um pote. Em uma grande quantidade de potes de cerâmica, uma tigela com padrões geométricos foi descoberta.

As outras 37 tumbas foram construídas entre 3.660 e 3.560 anos atrás. Eles tinham forma retangular e as pessoas estavam sentadas de costas para o oeste. Outro pote de ossos de bebê foi encontrado em uma cripta retangular. Outros itens descobertos incluem anéis de prata e uma pedra de selo com uma inscrição hieroglífica.

No local, outros objetos foram descobertos, incluindo restos de casas de tijolos e fornos, além de amuletos de pedras semipreciosas, como um escaravelho. As escavações ainda estão sendo realizadas.

VÍDEO:

https://youtu.be/z_eVzPewrfo?t=13

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: