A cabeça da antiga esfinge egípcia é uma entrada para a cidade perdida – Por que eles cobriram a entrada recentemente?

A Grande Esfinge é sem dúvida uma das maiores descobertas da humanidade de todos os tempos. Originalmente descoberta em 1936 pelo arqueólogo francês Emile Baguettes, a Grande Esfinge estava meio submersa na areia e, de acordo com o próprio Emile, ele estava muito animado para verificar o interior da Esfinge, pois tinha ouvido rumores de uma grande Biblioteca residindo lá.

Felizmente, os rumores eram verdadeiros, já que lá dentro ele descobriu centenas e milhares de livros e manuscritos que retratavam a natureza dessas construções e uma boa parte do que sabemos sobre a cultura egípcia até hoje.

Mas, o que realmente o chocou foi o fato de que ele encontrou vários documentos, todos afirmando a mesma coisa: a arquitetura egípcia era apenas uma mera réplica da cidade perdida da arquitetura de Atlântida.

Charles Russel foi um dos arqueólogos que acreditava sinceramente que havia uma câmara secreta dentro da cabeça da Esfinge.

Tudo isso foi iniciado por um grupo de arqueólogos que descobriu um conjunto de túneis secretos dentro da Esfinge em 1987.

Mas, o mistério prevaleceu com outra pirâmide sendo descoberta debaixo da pirâmide. A tumba do primeiro governante da Dinastia Egípcia, conhecido como Faraó Menes, foi descoberta dentro dela.

Qual será a próxima descoberta da Grande Esfinge? Seja o que for, já sabemos que será incrível, para dizer o mínimo. É simplesmente bizarro como eles cobriram o buraco na cabeça da Esfinge.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Cobriram por pressão do governo egípcio

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: