A África está se separando – geólogos revelam que um novo oceano está se abrindo no meio do continente

Temos cerca de 5 a 10 milhões de anos ou mais antes que a África realmente se desintegre. Você pode pensar que isso é uma piada, mas não há piada aqui, pois isso vai realmente acontecer de acordo com os especialistas.

Isso ocorre porque as placas tectônicas que realmente residem sob a África são extremamente instáveis ​​enquanto falamos, movendo-se o tempo todo ainda mais do que o normal, o que está causando a formação de todo o continente.

As placas tectônicas abaixo da Etiópia, especificamente as placas tectônicas da Arábia, Núbia e Somali não estão mais trabalhando juntas, pois agora estão se separando uma da outra, o que está forçando uma grande tensão no continente. Esta dilaceração continua indefinidamente, forçando o continente a se separar.

Entre as terras devastadas da África, haverá uma nova abertura de oceano que mudará o ecossistema do planeta como o conhecemos.

De acordo com Ken Macdonald, as placas tectônicas estão constantemente em movimento, visto que parecem girar alguns milímetros a cada ano, mas isso é inédito, pois o padrão de movimento aqui é quase triplicado.

Isso é muito semelhante ao que aconteceu com o supercontinente Pangéia, pois ele se separou por causa de suas placas tectônicas também.

Não podemos fazer nada a respeito, mesmo que descobríssemos que aconteceria em menos de uma semana, ainda não seríamos capazes de impedi-lo, pois ainda somos impotentes contra o poder da natureza.

Você pode gostar...

Deixe um comentário