6 asteroides grandes farão sobrevoos rasantes com a Terra em um espaço de menos de 2 anos

Apertem os cintos – até o final da década de 2020 teremos incríveis rasantes de GRANDES asteroides com a Terra!

Os seis sobrevoos rasantes de asteroides acontecerão em um período de dois anos, com início em 2027.

“Os seis asteroides que farão grandes aproximações com a Terra começam a surgir em 2027”, disse Lance Benner, especialista em radar do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA na Conferência de Defesa Planetária e Aeronáutica, em Maryland, nos EUA. “E depois disso, vai ser bang, bang, bang – não literalmente bang, bang, bang, mas haverá alguns deles, e isso trará dois anos muito interessantes, já que esses objetos passarão bem próximos.”

Vale lembrar que nenhum desses asteroides irá colidir com o nosso planeta, mas eles chegarão bem perto. De acordo com Benner, três asteroides poderão ser vistos com binóculos, e um deles, o Apophis, será visível a olho nu!

Asteroide Apophis observado em 2013

Asteroide Apophis observado em 2013.Créditos: ESA
E olha que não estamos falando de asteroides pequenos. O maior de todos fará o primeiro rasante. Chamado 1990 MU, essa rocha espacial de 2,8 quilômetros de largura será seguida por outros dois asteroides que passarão mais próximos do que a Lua. Os pesquisadores poderão estudá-los e analisá-los com imagens de radar e assim, tentar compreender sua forma e velocidade, bem como a rotação desses objetos.

E pra concluir a sessão de máximas aproximações, Apophis, com quase meio quilômetro de diâmetro, fará seu encontro íntimo com o nosso planeta no dia 13 de abril de 2029, chegando a cerca de apenas 35.000 km do nosso planeta. Como comparação, a Lua se encontra a uma distância média de aproximadamente 400.000 km da Terra.

Até lá, podemos ter missões espaciais que poderão, talvez, pousar em um desses asteroides, afinal de contas, eles estarão aqui, na porta de casa. Apesar do fato de nenhuma agência confirmar algo do tipo, especulações tomam conta dos corredores das agências espaciais. Ao menos de uma coisa podemos ter certeza: serão anos empolgantes!

Imagens: (capa-ilustração/ESA) / ESA

Você pode gostar...

Deixe um comentário